Tamanho do texto

Substâncias usadas para dar o gosto doce a produtos diet podem prejudicar o controle da glicemia

Algumas balas diet contêm maltitol e xilitol, que podem aumentar os níveis de açúcar no sangue
Getty Images/Photodisc
Algumas balas diet contêm maltitol e xilitol, que podem aumentar os níveis de açúcar no sangue

Parece ser senso comum que os alimentos com rótulo “sem açúcar” não teriam nenhum efeito sobre os níveis de açúcar no sangue. Mas isso nem sempre é verdade.

A maioria dos adoçantes artificiais – sacarina, aspartame e sucralose, por exemplo – oferece a doçura do açúcar, mas sem as calorias. Eles não contêm carboidratos e, portanto, não produzem nenhum efeito sobre o nível de açúcar no sangue. No entanto, esses adoçantes às vezes estão presentes em produtos “sem açúcar” como outro substituto do açúcar, o álcool de açúcar.

Os alcoóis de açúcar  se parecem com um cruzamento entre uma molécula de álcool e açúcar, mas tecnicamente não são nenhum dois. Empresas acrescentam esses alcoóis a cada vez mais produtos “sem açúcar”, como biscoitos, chicletes, balas e chocolate.

Para quem está tentando controlar o nível de açúcar no sangue, isso pode tornar a interpretação dos rótulos uma tarefa difícil. Embora os alcoóis de açúcar forneçam menos calorias do que o açúcar comum – em geral cerca de 1,5 a 3 calorias por grama, em comparação a 4 calorias por grama de açúcar – eles ainda podem aumentar levemente o nível de açúcar no sangue.

De acordo com autoridades de saúde, uma forma de contabilizá-los é contar metade dos gramas de alcoóis de açúcar num produto como carboidratos, já que aproximadamente metade do conteúdo de álcool de açúcar é de fato digerido.

É possível identificar alcoóis de açúcar numa lista de ingredientes buscando palavras que terminam em “ol”, como . Em alimentos com rótulos de “sem açúcar” ou “sem adição de açúcar”, a quantidade exata de álcool de açúcar deve ser listada separadamente nas informações nutricionais.
Assim, o conselho dos especialistas é ler bem o rótulo. 

*Por Anahad O’Connor

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.