Bem-Estar

enhanced by Google
 

Anvisa detecta excesso de sódio e gordura trans em alimentos

Estudo mostra que variação da quantidade dessas substâncias entre os industrializados é grande. Consumidor deve observar rótulos

Priscilla Borges, iG Brasília | 18/11/2010 18:41

Compartilhar:

Foto: Thinkstock/Getty Images

As quantidades de sódio, açúcar e gorduras saturadas em salgadinhos, biscoitos e outros alimentos superam o consumo necessário por dia

A escolha dos alimentos industrializados deve exigir muita atenção dos consumidores. Estudo divulgado na tarde desta quinta-feira (18) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) mostra que a quantidade de sódio, açúcares e gorduras saturadas em cada porção de salgadinhos, biscoitos, macarrões instantâneos, hambúrgueres e salsichas, que em geral superam o consumo necessário por dia, varia muito entre marcas. Por isso, observar os rótulos dos alimentos antes de comprá-los é essencial.

Ao todo, mais de 100 marcas dos 20 produtos foram analisadas. A quantidade de sódio em pacotes de batata palha, por exemplo, chega a variar 14 vezes entre as marcas. Nos salgadinhos de milho, tão apreciados entre as crianças, a variação chega a 12,5 vezes. A variação das gorduras saturadas nos alimentos chega a quase sete vezes entre diferentes fabricantes. No caso do açúcar, refrigerantes, néctares e sucos analisados pela Anvisa variam menos entre as marcas, mas ainda há diferenças.

Segundo a diretora da entidade, Maria Cecília Brito, a população precisa se conscientizar de que é possível escolher produtos mais saudáveis, mesmo que industrializados. “Nosso objetivo com esse estudo é alertar os consumidores de que há alimentos iguais que podem ser menos saudáveis e é possível escolher melhor olhando o rótulo. Sabemos que a alimentação pode evitar o desenvolvimento de doenças crônicas, importante problema de saúde pública para o governo”, afirmou.

Macarrão instantâneo

Ao mesmo tempo, o estudo tem o objetivo de mostrar à própria indústria que é possível fabricar alimentos com menos gorduras, açúcares e sódio. “A pesquisa prova que há tecnologias disponíveis para exigir a diminuição dos índices desses nutrientes nos alimentos e vamos exigir isso das empresas”, ressaltou a diretora. No próximo dia 25, representantes das indústrias de alimentos se reunirão com técnicos do Ministério da Saúde e da Anvisa para fixarem metas de redução desses nutrientes.

Impressionou os técnicos da Anvisa a grande quantidade de sódio em alguns produtos, como o macarrão instantâneo. Considerado pela pesquisa o “vilão” do estudo, uma única porção de 85g desse tipo de alimento com tempero oferece quase o dobro da quantidade do consumo diário de sódio recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é de 2,4 mil mg/100g.

“O consumidor também deve se conscientizar para a necessidade de adquirir hábitos mais saudáveis de alimentação. É importante reduzir o consumo de industrializados e aumentar o de frutas, verduras e legumes”, destaca a gerente geral de Alimentos da Anvisa, Denise Resende. Segundo ela, a preocupação com os índices de obesidade e sobrepeso da população estimulou a agência a traçar o perfil nutricional dos alimentos industrializados.

Gorduras

A maior parte das batatinhas fritas analisadas pela Anvisa possuíam gorduras saturadas acima do limite recomendado. Do total de 28 observadas, 17 estavam fora dos padrões. A média de gorduras observadas nesses alimentos foi de 3,5g em cada porção de 25g. O consumo diário recomendado é de 22g.

Os biscoitos que mais impressionaram os técnicos foram os de polvilho. A quantidade de gordura trans encontrada neles superou o limite usado pela Anvisa como referência (0,2 mg por porção) em 12 das 14 marcas analisadas. Apenas duas apresentaram 0,1mg e as outras variaram entre 0,5 mg e 5,3mg por porção. Segundo Denise, os fabricantes ainda não reduziram o nível de gordura trans como deveriam e serão notificados, assim como todas as empresas que não estão nos padrões.

Baixa caloria

Outro dado demonstrado pelo estudo é que os refrigerantes de baixa caloria, apesar da reduzida quantidade de açúcar, possuem mais sódio que os normais. Nos refrigerantes de cola, a média dos teores de sódio é de 54mg/l e nos de baixa caloria, 97mg/l. Nos de guaraná, a diferença varia entre 81mg/l e 147 mg/l, respectivamente.

A comparação entre os sucos e os néctares também demonstrou que os primeiros têm menos quantidade de açúcar. Os néctares de uva são os campeões em teores de açúcares totais com índices que chegam à 14g/100ml.

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo