Tamanho do texto

Mesmo as donas de corpos esculturais têm receio dos ponteiros. Veja as dicas do especialista

A panicat Babi Rossi confessa que morre de medo da balança, apesar de saber que está em forma
Divulgação
A panicat Babi Rossi confessa que morre de medo da balança, apesar de saber que está em forma
A modelo Thaiz Schmitt sobe na balança de costas, para nem ver o que mostram os ponteiros. A panicat Babi Rossi também confessa sofrer de “balançafobia” e detesta ter que se pesar. Já a ex Big Brother Cacau, hoje na Escolinha do Gugu (rede Record), afirma que apesar de não ter receio dos números da pesagem, só usa como parâmetro o espelho e a calça jeans.

Thaiz, Cacau e Babi fazem musculação e aeróbica ao menos três vezes por semana, não descuidam da alimentação e ainda recorrem a outras estratégias como drenagem linfática e massagem em prol do corpão. Mas até mesmo estas donas de formas esculturais discutem a relação com a balança.

Conheça a dieta e perca até 5 quilos em um mês

A modelo Thaiz Schmitt confessa subir de costas na balança
Divulgação/Marcos Alberti
A modelo Thaiz Schmitt confessa subir de costas na balança
Para elas - e também para todos os outros que não são adeptos de tantos rituais de beleza mas buscam a boa forma - o personal trainer Léo Russo (responsável pelos treinos de famosos, como Kelly Key) dá algumas dicas para um melhor relacionamento com a balança.

A primeira delas é o distanciamento. “Esta mania de se pesar todo dia, além de não funcionar, pode comprometer o treinamento”, avalia. “O ideal é que após o início dos exercícios físicos e do programa alimentar, a pessoa se pese somente a cada 30 dias. Sempre que for fazer a pesagem, é preciso levar em consideração o que é massa muscular e o que é gordura. Os músculos mais torneados interferem nos ponteiros da balança, mas não significa formas menos harmoniosas”, ensina.

Comece hoje o programa de exercícios

Babi Rossi aprendeu disso, apesar do medo confesso de se pesar. Ela já perdeu 10 quilos de gordura, mas ficou mais forte nos últimos tempos. Isto repercutiu na balança e a modelo sabe que a “culpa” não foi de sua paixão

A ex BBB Cacau fala que usa como parâmetro de boa forma o espelho e não a balança
Divulgação/Adoro Comunicação
A ex BBB Cacau fala que usa como parâmetro de boa forma o espelho e não a balança
irresistível por doces, a ponto de parar em uma padaria de madrugada só para comer um brownie.

“Tenho 51 quilos hoje, mas faço um investimento maior na musculação, em especial na região das pernas. Isso me deixa mais pesada na balança, mas o corpo está mais magro visualmente”, conta a panicat. O mesmo acontece com Thaiz Schmitt. Segundo ela, a carga para fortalecer as coxas chega a 300 quilos, mas com corrida e pilates há um equilíbrio entre a cintura, quadril e membros inferiores.

Saiba como ter "pernões" de celebridades

Incentivo e desânimo

Não saber diferenciar o que é gordura de massa muscular pode comprometer a interpretação dos números que aparecem na balança. Cacau conta que mantém o mesmo peso há anos porém, depois que apareceu na televisão, viu que na tela aparece maior do que é realmente na vida real.

“Há uma pressão grande para o corpo bonito”, diz. Mas comendo uva passa e barra de cereal com chocolate toda vez que a tentação do doce aparece, além do auxílio da musculação, a ex big brother sente-se segura para não ligar para os algarismos que revelam o peso.

Os especialistas em fitness dizem que a avaliação mais minuciosa do que representa a pesagem é importante, até mesmo, para a continuidade das atividades físicas. “Por isso, uma outra dica é não fazer da balança um termômetro de sucesso ou insucesso do treino”, acredita o personal Léo Russo. “Sem saber o que os números realmente indicam pode resultar em duas situações. Ou a pessoa fica desestimulada a continuar os treinos porque não emagreceu o que acreditava ter perdido ou fica satisfeita com os quilos a menos, relaxa e pode comprometer os resultados a longo prazo.”

Ferramenta : Calcule o seu Índice de Massa Corpórea

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.