Bem-Estar

enhanced by Google
 

Comer grãos integrais reduz a gordura ruim ao coração

Pesquisa alerta que efeito só é obtido caso consumo seja moderado e os alimentos substituídos

The New York Times | 12/11/2010 10:50

Compartilhar:

Foto: Getty Images/Photodisc

Arroz integral: elimina a gordura visceral, inimiga do coração

Pessoas que comem regularmente grãos integrais, em substituição aos grãos refinados (pão e arroz branco são exemplos), apresentam menos quantidades de um tipo de gordura que aumenta o risco de doenças cardíacas e diabetes tipo 2, sugere um novo estudo.

Em grandes quantidades, a chamada gordura visceral – a gordura presente em volta dos órgãos abdominais – é associada a um aumento da pressão arterial, a maiores taxas de colesterol e à resistência a insulina, conjunto de fatores chamado síndrome metabólica, uma das maiores ameaças ao coração.

"A gordura visceral foi cerca de 10% menor em adultos que afirmaram comer três ou mais porções de grãos integrais e apenas uma de grãos refinados”, afirmou a co-autora do estudo Nicola McKeow, cientista do programa de nutrição e epidemiologia da Universidade de Tufts.

“Por exemplo, uma fatia de pão 100% integral e meia xícara de cereal correspondem a uma poção de grão integral. Já uma fatia de pão branco e meia xícara de arroz correspondem a uma porção de grão refinado”, disse.

Os resultados, publicados recentemente na versão on line do Jornal Americano de Nutrição Clínica, foram obtidos após a análise da dieta e de exames clínicos de mais de 2.800 homens e mulheres, entre 32 e 83 anos. Segundo os autores, os benefícios de aumentar o consumo de grãos integrais foram encontrados mesmo após considerar outros hábitos de vida nocivos ao coração, como tabagismo, consumo de álcool, dietas calóricas e ausência de frutas e vegetais na dieta, além de sedentarismo.

Moderação

Entretanto, os participantes do estudo que consumiram mais de três porções de grãos integrais e não substituíram os alimentos refinados não tiveram benefícios na redução de gordura visceral, diz a publicação.

"Quando a ingestão de grãos refinados superava mais de quatro porções por dia não foi registrada diminuição da gordura visceral, mesmo em quem consumiu a quantidade correta de integrais”, alertou a autora do estudo.

“Os resultados são importantes porque indicam que fazer substituições na dieta é mais importante do que simplesmente adicionar grãos integrais”, alerta a especialista. “Por exemplo, é sempre melhor escolher cozinhar arroz integral em vez de arroz branco ou fazer um sanduíche com pão integral em substituição ao pão francês.”

    Notícias Relacionadas


    Ver de novo