Tamanho do texto

Pesquisas questionam regra de manter sutura seca e coberta por 48 horas

As instruções para cuidar de pontos recém-costurados são universais: manter as suturas limpas e secas, evitar molhá-las por pelo menos 48 horas.

A ideia é reduzir acentuadamente o índice de infecção e melhorar a cicatrização. Mas quando a temperatura e a umidade são altas, seguir os conselhos médicos pode ser um incômodo.

A ferida deve ou não ser mantida seca pelas primeiras 48 horas?
SXC
A ferida deve ou não ser mantida seca pelas primeiras 48 horas?
Estudos indicaram que a regra das 48 horas faz pouca diferença. Lavar uma ferida suturada com água e sabonete – ou simplesmente molhá-la – nas primeiras 12 horas não representou um problema. Porém, a maioria dos estudos foi de pequena escala pouco convincentes.

Assim, em 2006, pesquisadores australianos realizaram um estudo amplo e randômico envolvendo mais de 800 pacientes que passaram por pequenas cirurgias em vários centros clínicos. Alguns foram orientados a manter seus pontos secos e cobertos por pelo menos 48 horas (o grupo de controle). Outros foram orientados a manter a cobertura para absorver o sangramento imediato e então removê-la e tomar banho normalmente nas primeiras 12 horas. Nenhum dos pacientes estava tomando antibióticos.

O estudo, publicado no periódico médico britânico “BMJ”, não encontrou grandes diferenças nos resultados. Os índices de infecção foram de 8,9% no grupo de controle e 8,4% no grupo que molhou os pontos, indicando que “os pacientes podem remover a cobertura e ocasionalmente molhar os pontos nas primeiras 48 horas após pequenas excisões na pele, sem aumentar o risco de infecção."

Conclusão

As pesquisas sugerem que, após pequenas cirurgias, uma ferida suturada não tem probabilidade maior de infeccionar se for molhada.