Tamanho do texto

Dicas preciosas para comprar o modelo mais adequado para você

alt
os dois pés" /
Getty Images
Tênis: não compre sem experimentar
os dois pés
Quando o assunto é tênis, os especialistas são unânimes em afirmar que o calçado adequado pode potencializar ou arruinar um treino esportivo, seja ele amador ou profissional.

O valor gasto com o acessório, no entanto, nem sempre compra a felicidade dos pés e das articulações, e isso também se aplica aos novos modelos ou aos “tênis da moda”.

Leia: Conheça os riscos para dor nos pés

“Do ponto de vista de conforto e segurança, os calçados esportivos são o que há de mais importante no treino” diz Kevin Burns, do Conselho Americano do Exercício.

Mas nem todos os tênis são adequados para todos os pés ou para todos os treinos, aponta Burns, instrutor de ginástica atuando há mais de 20 anos em uma rede de academias baseada em Minnesota (EUA).

Veja: Como o corpo enfrenta a corrida

É bom ter em mente que os lançamentos recebem a maior parte da propaganda, mas nem todos podem ser apropriados para você, alerta o professor. “Se você tem um arco do pé acentuado, talvez precise de mais absorção de impacto. Eu tenho tornozelos frágeis, então, quando dou aulas, uso tênis de cano médio”.

Para encontrar o tênis mais apropriado para suas atividades, nível de condicionamento físico e orçamento, o ideal é procurar a orientação de um professor de educação física ou personal trainer.

“Quem trabalha com exercícios físicos usou e testou em condições reais uma grande variedade de calçados esportivos ao longo de suas carreiras. Já um vendedor de loja provavelmente está mais interessado apenas em vender”

Os tênis de trilha (chamados em inglês de cross trainers) são os coringas dos calçados esportivos porque podem ser usados sem muito prejuízo por quem costuma variar o treino com frequência. Mas se você pratica uma atividade específica com regularidade – como corrida, tênis, aeróbica ou basquete – é melhor optar por um calçado projetado especificamente para esse esporte.

Os calçados esportivos percorreram um longo caminho desde o final do século 18, quando os primeiros sapatos de sola de borracha eram tão grosseiros que não tinham pé direito ou esquerdo. No entanto, Robert Yang, um treinador de atletas de alta performance de Encinitas, na Califórnia, acredita que a maioria das pessoas ainda usa sapatos que apertam os dedos dos pés ou que são grandes demais. Os tênis, ensina, devem estar de acordo com o tamanho exato dos pés.

Faça o teste: Qual a atividade física ideal para você?

Antes de comprar qualquer coisa, orientam os dois, manipule os calçados. Agarre-os na área dos calcanhares e dos pés e dobre-os para frente e para trás.

“Ele deve dobrar perto do arco do pé porque esse é um ponto de articulação natural", diz Burns, acrescentando que o tênis, em seguida, deve ser torcido para os lados.

“Quanto menos ele torcer, mais suporte lateral aos pés ele vai proporcionar” orienta.

Para testar a capacidade de absorção de impacto do tênis, coloque um dos polegares na palminha do tênis, na área do calcanhar, posicione o outro polegar do lado de fora e aperte para ver como solado responde.

“Exercícios de impacto pedem mais amortecimento” explica Burns.

Embora o calcanhar e os dedos sejam áreas muito suscetíveis a bolhas, nenhum tênis deve apertar, beliscar ou gerar atrito com a pele em área alguma do pé. E por fim, duas últimas dicas: calce os dois pés e caminhe por alguns instantes, para ter certeza de que o tênis está confortável. E nunca, nunca mesmo, vá às compras sem saber exatamente o quanto você calça.

* Por Dorene Internicola

Siga lendo sobre exercícios:
Como evitar aquela "dorzinha lateral" na corrida?
Varie sua corrida: vá para as montanhas
As vantagens e desvantagens de cada horário para malhar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.