Bem-Estar

enhanced by Google
 

Coração de ultramaratonista tem comportamento de infarto

Mesmo assim, estudo do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal quer mostrar que as longas distâncias não são prejudiciais

Yara Achôa, iG São Paulo | 31/01/2011 10:48

Compartilhar:

Foto: Guilherme Lara Campos / Fotoarena Ampliar

É preciso muito preparo: esforço eleva marcadores cardíacos

Diretora médica do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) e corredora, Núbia Vieira está realizando uma pesquisa cujo objetivo é acompanhar o comportamento do coração dos atletas em provas de longas distâncias.

“As primeiras alterações sérias aparecem a partir de 50 quilômetros de prova”, diz.

São três os marcadores cardíacos analisados no estudo. O CPK indica morte ou sofrimento muscular. A CK-MB indica morte ou sofrimento muscular cardíaco. Por fim, a BNP indica disfunção do músculo do coração. Após uma ultramaratona os valores normais desses marcadores podem ficar entre 3 e 50 vezes maiores.

“Se o resultado do exame de sangue de um ultramaratonista for analisado por um cardiologista que não saiba que o paciente participou de uma prova de longa distância, o médico diagnosticará infarto agudo no miocárdio, com indicação de internação em UTI e intervenção com drogas para estabilização do quadro”, explica Núbia.

Mesmo assim a especialista não condena as provas de endurance. “Não é de uma hora para outra que você faz uma ultramaratona. Por isso, geralmente esses atletas estão bem preparados para essas atividades –  o que pode não acontecer em provas menores, quando as pessoas tendem a desprezar cuidados básicos por considerarem fácil”, diz a diretora médica do ICDF.

Após receber os resultados dos exames de sangue do médico João Gabbardo, que correu os 217 quilômetros da ultramaratona BR 135, ela se deparou também com uma informação importante: “Apesar de ser uma prova longa, a velocidade do atleta é menor. E com o coração batendo em uma frequência cardíaca menor, tem sobrecarga menor e menos sofrimento”.

A cardiologista diz ainda que nas maratonas, meia maratonas e provas menores o atleta costuma entrar em um clima de empolgação e imprime mais velocidade, geralmente maior do que está acostumado. “Sendo assim, sem preparo físico adequado, mesmo uma prova de 10 quilômetros pode ser fatal ao coração. A velocidade parece ser um pouco pior ao órgão do que a resistência”.

O estudo do ICDF continua em andamento, buscando entender que tipos de treinamentos e corridas seriam mais benéficos ao coração.

    Notícias Relacionadas


    12 Comentários |

    Comente
    • gustavo | 10/02/2011 19:46

      Só podia ser de brasília mesmo. Que asneira!

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Renato | 10/02/2011 17:37

      Interessante

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Sandro Vinholes | 10/02/2011 15:08

      EXISTEM SITUAÇÕES NO BRASIL QUE SÃO NO MÍNIMO INTRIGANTES, NO MEU PONTO DE VISTA.
      TODO PROFISSIONAL COM BASES NA FISIOLOGIA HUMANA SABE QUE UM ATLETA SOFRE ADAPTAÇÕES FUNCIONAIS....NO ENTANTO QUANDO ESSAS VEM DE UM ESPORTE DE CARACTERÍSTICAS AERÓBIAS SÃO RECONHECIDAS, MAS VÁRIAS ADAPTAÇÕES CARDIOVASCULARES PROVENIENTE DA MUSCULAÇÃO COMO A HIPERTROFIA DO MIOCÁRDIO E O AUMENTO PRESSÓRIO (FUNCIONAL),,,,SÃO VISTOS POR ALGUNS COLEGAS COMO PATOLOGIA ....ONDE VEJO INCOERÊNCIA E EQUIVOCADAS COMPARAÇÕES DESSAS ADAPTAÇÕES ANATOMORFOFISIOLOGICAS COM HIPERTROFIA CONCÊNTRICA DO MIOCARDIO! ESPERO QUE MEUS COLEGAS ATUALIZEM-SE PARA QUE NOSSA FALA TENHA COERÊNCIA! "BOM DIA A TODOS!"

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Valtinho | 09/02/2011 13:15

      Tô fora!!!!!!

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • cristiano | 01/02/2011 18:18

      Informação nunca é demais.
      Forte abraço.

      Cristiano

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • marcelo | 01/02/2011 17:52

      ultra maratona

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Adilson | 01/02/2011 17:03

      42.195 metros, já são o bastante...Acima disto corre-se muitos riscos. Corridas de rua, ou de aventura são esportes e não maneiras de exposição da saúde.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • cesion | 01/02/2011 15:19

      Fui o primeiro Ultramaratonista a completar a maratona abaixo de 3 horas. Prova que se deu em: 1985, entre as cidades de Uberlândia a Uberaba. Veja a o que disse a Revista na época: REVISTA VIVA de corrida. Completei a prova e fiquei entre os cincos primeiro. Se não fosse a desorganização da prova. Errei o percurso dentro de Uberaba e fui avisado por um garoto de moto. O Valdemar de Oliveira me escreve uma carta a punho meses depois. Cesion F. de Queiroz.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • Alan jose almeida manuel | 01/02/2011 13:47

      Boa tarde,meu nome é Alan,e já li um dos melhores livros de Dan carnizers,o utra maratonista,é facinante a história de vida e como ele supera todos os desafios em ultra-maratonas,entendi que ele pasava muito mal depois de longas corridas,mas o mais inportante e que ele superou a sua capacidade fisica e se tornou um grande corredor.

      Responder comentário | Denunciar comentário
    • luiz pedro | 01/02/2011 13:27

      O melhor exercisio fisico para pesoas acima de 60 anos e caminhar, andar bem devagar e ao mesmo tempo exercitando os bracos os dedos a cabeca mas sempre devagar nunca corra ou ande depressa pois quem faz isto e o Leao o Tigre a Onca etc... e todos eles vive somente 20 anos eu procuro agir igual a Tartaruga, a Jaboti o bicho preguica etc... que vivem 200 anos cuidado com exercisio rapidos academias etc... os medicos nada entendem estao matando a populacao com esse corre corre e longas caminhadas OK viva mais copiando a Tartaruga jaboti etc...

      Responder comentário | Denunciar comentário
    1. Anterior
    2. 1
    3. 2
    4. Próxima

    Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!




    *Campos obrigatórios

    "Seu comentário passará por moderação antes de ser publicado"

    Ver de novo