Tamanho do texto

Parque de exposições da capital portuguesa é espaço privilegiado para correr e caminhar

Em 1998, Lisboa reformou sua área portuária para a Exposição Mundial. A capital portuguesa ganhou então uma área de exuberante arquitetura, com Oceanário e teleférico panorâmico, entre outras atrações.

Com o Parque das Nações, nome que o local recebeu após a feira, a cidade não conquistou só uma região de forte apelo turístico, mas também um espaço privilegiado para prática de corridas e caminhadas. Para completar, a deslumbrante vista do Rio Tejo forneceu um incentivo a mais aos esportistas.

Por falar em Tejo, a margem dele é um dos lugares favoritos dos lisboetas para correr e caminhar. São 5 km planos para se exercitar à vontade. O Passeio de Neptuno é um bom local para começar a rota à beira do rio. Neste calçadão cheio de árvores, é possível caminhar e apreciar atrações como uma marina e os Jardins d’Água e Das Ondas, decorados com obras de arte, espelhos de água e fontes. Uma continuação do Neptuno, o Passeio de Tágides segue a mesma linha.

O melhor horário para ir a estes dois lugares é pela manhã, quando há menos movimento. Depois do almoço, eles são tomados por corredores e ciclistas, ficando bastante concorridos.

A área do Parque das Nações é tão grande que cabem outros parques menores dentro dela. Menor, na verdade, é um termo inadequado para definir um deles, o Parque do Tejo. Com 80 hectares, ele é ideal para longas caminhadas. Para exercitar as pernas, é possível escolher entre as pistas de concreto, os campos verdes ou os deques de madeira.

No fim da atividade física, enquanto toma um bom gole de água fresca, você pode parar em frente à Ponte Vasco da Gama, a maior da Europa, e admirar a arquitetura, vista de diversos pontos do local.

Fique esperto!

- No verão, o sol atinge em cheio quem se exercita por lá. Assim, protetor solar, água, bonés ou chapéus são itens indispensáveis
- No inverno, o problema são os ventos, que, de tão intensos, podem impedir a prática de esportes. Se eles não estiverem tão fortes, agasalhe-se e não se esqueça de proteger os olhos com seus óculos de sol
- Quanto à segurança, não há muito com o que se preocupar, a região é bem policiada


Bons passos:

Localização: Portugal/Lisboa
Horário de funcionamento: livre
Estacionamento: capacidade para 2 mil vagas
Como chegar: Metrô (Estação Oriente) - Linhas de ônibus 5, 25, 28, 44, 708, 750, 759, 782 e 794
Entrada: grátis
Vestiário: não tem
Sanitários: tem
Site Oficial

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.