Tamanho do texto

Santuário Natural Yerba Loca ainda é pouco conhecido, apesar de próximo da capital. Há boa infraestrutura para os viajantes

As montanhas do santuário ficam cobertas de gelo boa parte do ano
Lion Hirth/ Wikimedia Commons
As montanhas do santuário ficam cobertas de gelo boa parte do ano
Fazer trekking nas montanhas latinas dos Andes parece um desafio a ser cumprido apenas por iniciados no esporte. Mas um lugar no Chile promete desmentir essa afirmação. Trata-se do Santuário Natural Yerba Loca, que fica na região metropolitana Santiago, a 30 km do centro da capital chilena. Declarado Reserva Natural pelo governo, o lugar é de fácil acesso pela estrada Farellones, com entrada na Curva 15 da rodovia.

O rio Yerba Loca ajuda a compor a bela paisagem do santuário
Andy KT/ Wikimedia Commons
O rio Yerba Loca ajuda a compor a bela paisagem do santuário
Pouco visitado pelos chilenos e pelos turistas estrangeiros, Yerba Loca mantém um ar de natureza intocada pelo homem. A trilha de trekking mais interessante do lugar é a que leva ao topo da Colina La Paloma, que tem cerca de 3900 metros de altura. São dois dias de caminhada para percorrer os 15 km que levam até o local. Na rota, você vai encontrar o belo rio azul-turquesa que leva o mesmo nome do santuário. Sua água, no entanto, não pode ser bebida por causa da alta concentração de sulfato presente nela. É possível observar também durante o percurso os vôos das aves da região, como o falcão peregrino e o condor andino.

Apesar de pouco visitado, Yerba Loca conta com boa infraestrutura para os aventureiros. Depois de passar pela sede administrativa na entrada do parque, é preciso seguir uma estradinha de 4 km até uma região chamada de Villa Paulina. Lá, você vai encontrar uma área para acampamento com bancos, mesas, fogões, banheiro e um estacionamento.

O santuário ganhou esse nome por causa de uma erva da região, que quando era comida pelos animais, os deixava excitados e irrequietos. Nenhum sistema de transporte público vai até Yerba Loca. A melhor maneira de chegar até lá é contratar o serviços de van das agências de turismo locais ou ir de carro.

Fique esperto!

- Apesar da boa infraestrutura de Yerba Loca, não é recomendável fazer sozinho as trilhas. Como a área do santuário é muito grande, 39 mil hectares, é fácil ficar fora das vistas dos guardas florestais. O perigo é maior ainda se você se machucar e ficar sem o apoio de alguém

A Casa de Pedra é uma das atrações do santuário
Lonkonao/ Wikimedia Commons
A Casa de Pedra é uma das atrações do santuário
- Leve água e alimentação suficientes para o período do seu trekking 

- No verão, use protetor solar, roupas leves, óculos de sol e tênis adequados

- No inverno, roupas e tênis adequados para caminhar na neve

Boa trilha:

Localização: area metropolitana de Santiago do Chile
Clima: quente durante boa parte do ano, com chuva no inverno
Melhor época para ir: na temporada de calor (setembro a março)
Entrada: R$ 7 (adultos) e R$ 3,50 (crianças)
Camping (diária): R$ 7 (adultos) e R$ 3,50 (crianças)
Como chegar: de carro ou serviço de van. Não há transporte público
Estacionamento: em Villa Paulina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.