Tamanho do texto

Colégio Brasileiro traça a história da medicina chinesa no País

Conheça a cronologia da acupuntura no Brasil, segundo pesquisadores do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura

1960: Início do interesse e da prática dos primeiros médicos brasileiros na Acupuntura, então em número muito reduzido

1970: Reunião temática específica sobre acupuntura no ENEM (Encontro Nacional de Estudantes de Medicina) em Florianópolis, em 1976. Criado o núcleo daqueles que seriam futuros especialistas

1980 : Com a abertura da China para acordos culturais e científicos com os países ocidentais, médicos brasileiros tiveram a oportunidade de visitar, estudar e estabelecer vínculos com instituições de ensino e pesquisa de Medicina Tradicional Chinesa

1981 : Implantação oficial do primeiro ambulatório de Acupuntura em um serviço público de atenção à saúde, no Hospital Municipal Paulino Werneck, na Ilha do Governador, na cidade do Rio de Janeiro.

1984 : Criada a Sociedade Médica Brasileira de Acupuntura (SMBA)

1986 : o INAMPS (Instituto Nacional de Assistência Médica e Previdência Social), à época responsável pelo serviço público de assistência à saúde, consulta o Conselho Federal de Medicina sobre a adequação de uma implantação de atendimentos por acupuntura nos serviços públicos; o CFM opina ser precoce tal implantação, recomendando mais estudos

1992: Primeiro congresso médico de acupuntura no Rio Grande do Sul, onde são apresentadas pesquisas científicas sobre o tema

1995 : No dia 11 de agosto, o CFM– considerando o relatório resultante de um ano de estudos – reconhece a Acupuntura como Especialidade Médica

1999: Os atendimentos em acupuntura passam a ser registrados no Ministério da Saúde, o que permitiu acompanhar a evolução das consultas por região e em todo o País. É realizada a primeira prova para título de especialista

2006 : O Ministério da Saúde cria a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sistema Único de Saúde e aproxima a acupuntura do serviço público de saúde. Começa a briga entre médicos e outras especialidades, como fisioterapia, pela decisão de quais profissionais podem aplicar a técnica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.