Tamanho do texto

Com novo percurso, treinadores indicam o que deve ou não ser feito para se sair bem na prova

Corrida Internacional de São Silvestre: 20 mil pessoas percorrem 15 quilômetros pelas ruas de São Paulo
Helio Nagai / ZDL Divulgação
Corrida Internacional de São Silvestre: 20 mil pessoas percorrem 15 quilômetros pelas ruas de São Paulo
A corrida mais tradicional do Brasil provocou polêmica ao mudar seu tradicional trajeto este ano . A primeira alteração, e a que causou mais reclamações, foi a chegada: a partir de agora os atletas completarão a prova no Obelisco do Ibirapuera e não mais na Avenida Paulista. O novo percurso também não passará pela Consolação, mas sim pelas avenidas Dr. Arnaldo e Pacaembu e pela praça Charles Muller.

SIGA O IG SAÚDE NO TWITTER

Com essas mudanças, quem for encarar os 15 quilômetros de extensão da prova precisa rever sua tática. “A estratégia tem que ser mais bem pensada, bem estudada. É preciso estar bem preparado muscularmente e ter em mente que após a descida inicial existe uma subida”, afirma Mário Sérgio Andrade Silva, diretor geral da Run & Fun. Além disso, a descida é mais íngreme e pode expor o corredor a lesões.

A descida exige que os músculos trabalhem mais para segurar o peso do corpo. Esse trabalho aumenta o desgaste energético e muscular. “A lei da gravidade projeta seu corpo para baixo e o joelho serve como amortecedor, pressionando os tendões”, explica Luiz Bernabeu, da VO2 assessoria esportiva. “O impacto é três vezes maior do que no plano e até duas vezes maior do que na subida”, alerta Mário.

A dica do treinador é largar de maneira mais tranquila, segurando o ritmo. “Desça de maneira leve e com cuidado. Administrar o ritmo da prova é essencial para não descer com tudo e sofrer com o desgaste no fim da prova”, diz.

“O grande perigo de entrar no trecho de descida apresentando fadiga muscular é o risco de lesões musculares e de torções nas articulações do joelho e tornozelo”, avalia o fisioterapeuta Fernando Cassiolato, na Spalla Rebailitação Física e Esportiva. O aquecimento e o alongamento prévios continuam essenciais e não devem ser esquecidos.

Abre, abre, abre

Neste ano, a prova deve ter um número recorde de participantes: 25 mil atletas estão inscritos. Tendo isso em vista, uma orientação importante é ficar atento nos momentos de aglomeração, que devem acontecer, apontam os treinadores, na descida da Avenida Pacaembu e também na rua Manoel da Nóbrega. “Todo mundo terá que contornar a rua, que é estreita. Tem que tomar cuidado com as ‘tartarugas’ para não tropeçar e cair”, frisa Bernabeu.

O corredor deve procurar pelo local mais tranquilo e seguir por ele. “Tem que correr com atenção redobrada, evitar os cantos das vias, onde tem ondulação e lixo. Prestar atenção onde pisa é essencial para evitar buracos”, alerta Mário.

Para garantir tranquilidade no trajeto, outra dica é dar um alerta para os demais atletas. É comum em corridas com muitos participantes pedir para o outro liberar o caminho. Mas sempre com educação, é claro. “Abre” e “licença” são as duas expressões mais utilizadas.

“Educação tem que ter em todo lugar. Se aglomerar demais, anda, entra no ritmo dos outros, mas não empurre e cuidado para não ser empurrado”, diz Luiz.

Hidratação, alimentação e alegria

A organização da São Silvestre oferece água durante todo o trajeto para os participantes. Lembre-se que dia 31 costuma ser quente e abafado, portanto, não deixe de se hidratar corretamente. Não faça refeições pesadas, prefira comer algo leve até uma hora antes do início da prova. Assim, seu corpo vai ter energia para completar o desafio.

“A São Silvestre é para o corredor iniciante um sonho de consumo. Todo ano eu treino pessoas para participar da corrida pela primeira vez. E todo ano meu prazer é vê-los na linha de chegada, emocionados”, orgulha-se Luiz.

Confira o percurso da Corrida de São Silvestre em 2011:

Largada - Avenida Paulista (Masp / Itapeva)

Avenida Dr. Arnaldo

Rua Major Natanael

Rua Capivari

Rua Itápolis

Praça Charles Miller

Avenida Pacaembu

Viaduto Pacaembu

Avenida Marquês de São Vicente

Rua Norma Pieruccini Gianotti

Avenida Rudge

Viaduto Engenheiro Orlando Murgel

Avenida Rio Branco

Avenida Ipiranga

Avenida São João

Rua Conselheiro Crispiniano

Praça Ramos de Azevedo

Viaduto do Chá

Rua Líbero Badaró

Largo São Francisco

Avenida Brigadeiro Luis Antônio,

Rua Marechal Stenio de Albuquerque

Rua Manoel da Nóbrega

Avenida Pedro Álvares Cabral

Obelisco - Chegada

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.