Tamanho do texto

A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, em Minas Gerais, confirmou nesta quinta a primeira morte por dengue hemorrágica na cidade. Um homem de 41 anos, morador da região Leste da capital, que estava internado no Hospital Felício Rocho, faleceu no dia 17 de fevereiro.

A investigação do óbito foi concluída na última segunda-feira. Segundo a secretaria, o paciente era transplantado renal e portador de hepatite C, hipertensão, cardiopatia e insuficiência renal crônica.

Até o momento, Belo Horizonte registrou 12.502 notificações da doença. Desse total, 5.145 confirmados, 1.707 descartados e 5.650 aguardam resultados de exames. A região de Venda Nova é a que apresenta maior número de casos, com 1.886 confirmações, seguida pelas regiões Norte (763) e Noroeste (636). Foram confirmados mais sete casos de dengue com complicações, chegando a um total de 23, e dois casos de Febre Hemorrágica de Dengue, no total de seis, em relação ao balanço anterior.

Os casos de dengue com complicações ocorreram na Regional do Barreiro (1); na Regional Norte (1); na Regional Oeste (2); na Regional Pampulha (1) e na Regional Venda Nova (2). Os casos de febre hemorrágica de dengue foram confirmados na Regional Noroeste (1) e Regional de Venda Nova. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais, neste ano foram confirmadas cinco mortes por dengue hemorrágica e outros 16 casos em todo o Estado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.