Foco na prevenção é chave para gastar menos com a saúde familiar

Atenção à prevenção é ponto essencial de um planejamento eficiente de saúde familiar.

É comum elencarmos despesas correntes e eventuais em um orçamento, seja ele doméstico ou corporativo. É comum que despesas com a saúde integrem esse orçamento, mas planejar especificamente os gastos com a saúde pode deixar esse orçamento final muito mais eficiente. 

Leia também: iG promove Semana da Saúde com foco nas dúvidas e demandas do leitor

Controle a pressão arterial: a hipertensão adoece os vasos sanguíneos, inclusive os que fornecem oxigênio e sangue ao cérebro
Foto: Getty Images
Controle a pressão arterial: a hipertensão adoece os vasos sanguíneos, inclusive os que fornecem oxigênio e sangue ao cérebro

Quando se fala em planejamento ecoa-se monitoramento e prevenção, duas balizas que deixam a rotina de cuidados com a saúde menos dispendiosos e mais orgânicos. Essa é uma evolução cultural que se deve a muitos fatores, entre eles a consolidação da telemedicina e a possibilidade de fragmentar planos e convênios de saúde de maneira a espelhar mais fielmente às necessidades dos segurados.

Melhor prevenir do que remediar

O ditado é clichê, mas se é clichê é porque funciona. A possibilidade de contar com produtos menos inchados, como serviço de teleatendimento disponível 24 horas e 7 dias por semana, favorecem um controle mais natural e do estilo de vida e da alimentação, o que consiste no nível primário de prevenção. 

Você viu?

O nível secundário, que são os exames de rotina e o diagnóstico precoce, também podem ser alcançados de maneira mais exitosa com uma rotina formal de atendimento e monitoramento. Todas essas etapas podem ser feitas remotamente sob a gestão de um médico da família. Esse programa mais coeso de gestão de saúde já se encontra disponível em alguns produtos no mercado, inclusive em modelos mais baratos de convênios médicos. 

Mesmo o controle de doenças diagnosticadas, sejam elas crônicas (como diabetes ou hipertensão) ou não, é algo passível de realização por meio de teleconsultas. O acesso a informações de qualidade constituem um diferencial danado para o poder de decisão do cliente. É neste contexto que o portal iG promove a 1ª Semana da Saúde entre os dias 14 e 18 de junho.

No evento, que contará com reportagens especiais sobre temas como diabetes, saúde mental e nutrição, lives e chats interativos com profissionais de saúde, o leitor do iG poderá tirar dúvidas sobre como pensar e planejar a rotina de saúde de sua família de maneira a gastar menos e, fundamentalmente, ter mais e melhor assistência.