Tamanho do texto

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Haifa (Israel) desenvolveram sensores capazes de detectar câncer pelo hálito

Os sensores são capazes de detectar a existência de cânceres de pulmão, mama, intestino ou próstata, por meio do hálito do paciente, publicou hoje o "British Journal of Cancer".

Os cientistas acreditam que o desenvolvimento destes sensores poderia dar lugar a um "nariz eletrônico", que seria uma forma barata e portátil de diagnosticar tumores em fase inicial. Para desenvolver estes sensores, os cientistas realizaram testes em 177 voluntários, entre eles pacientes com diferentes tipos de câncer e pessoas saudáveis. Este estudo comprovou que é possível usar sensores para detectar sinais químicos emitidos por células de tumores que se manifestam no hálito do doente.

Abraham Kuten, um dos cientistas que desenvolveu a pesquisa, explicou que "este 'nariz eletrônico' pode servir para diferenciar uma respiração sadia da de um paciente com tumor, assim como para detectar em que lugar do corpo está o câncer". No entanto, o especialista adverte que "ainda são necessários estudos em grande escala" para que estes sensores sejam usados como métodos de diagnóstico complementares aos atuais.