Tamanho do texto

Diagnosticado com câncer linfático, presidente paraguaio teve enjoo e mal-estar nesta quinta-feira

O presidente paraguaio, Fernando Lugo, que sofre de câncer linfático, foi transferido subitamente do palácio de governo para um hospital de Assunção após sofrer enjoos, nesta quinta-feira.

Lugo foi submetido a uma inspeção médica de aproximadamente 40 minutos no hospital particular Migone, na capital paraguaia, logo depois de sentir desconforto, falta de ar e enjoos.

Ele passou por um exame "ecodoppler" para determinar seu estado de saúde, voltando depois para a residência oficial para repousar até o fim de semana, de acordo com um comunicado da presidência. Sua ida ao hospital particular gerou preocupação na equipe médica ante a possibilidade de um agravamento de seu estado de saúde.

O porta-voz médico Alfredo Boccia, no entanto, disse que "o presidente fez um controle rotineiro de saúde".

O câncer linfático de Lugo foi detectado em agosto. Desde então, o presidente paraguaio é submetido a sessões de quimioterapia. Boa parte do tratamento do líder paraguaio está sendo feita no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

*Com AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.