Tamanho do texto

Casos de reações adversas foram isolados, segundo Ministério da Saúde; Cães e gatos devem ser vacinados até dia 29 de agosto

Em nota divulgada nesta sexta-feira (20), o Ministério da Saúde esclarece que a campanha de vacinação antirrábica animal será mantida em todo o território nacional.

Segundo a pasta, não há evidências, até o momento, que justifiquem a interrupção da campanha, pois os episódios de reação estão abaixo do relatado na literatura internacional.

O governo salienta que a não vacinação de animais contra raiva representa um risco para a população. A taxa de mortalidade da doença em humanos é de 100%.

Ministério da Saúde afirma que recebeu o registro de nove eventos graves, sendo oito mortes. Na região metropolitana do Estado do Rio de Janeiro foram registrados apenas dois casos. Nos municípios de São Paulo ocorreram quatro casos e em Guarulhos três. Ainda de acordo com dados do governo, em um total de 309.031 animais vacinados (cães e gatos), a taxa de reações adversas correspondeu a 0,0029%.

De acordo com a nota enviada aos meios de comunicação outros 10 estados, bem como municípios no Rio de Janeiro e em São Paulo utilizaram o mesmo lote da vacina e não relataram eventos adversos graves até o momento.

Os ministérios da Saúde e da Agricultura afirmam que estão em constante monitoramento dos eventos adversos graves decorrentes da vacina e tomarão as medidas cabíveis caso seja necessário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.