Tamanho do texto

PEQUIM - O vírus da gripe suína matou 648 pessoas na China em 2009 e agora se estende pelas áreas rurais do país, as mais desprotegidas em termos de serviços médicos, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados neste domingo.

As autoridades temem que a situação no país possa piorar por causa do Ano Novo Lunar chinês, que este ano será celebrado no dia 14 de fevereiro.

Durante os próximos dois meses, mais de 100 milhões de imigrantes rurais nas cidades retornam de trem a suas províncias de origem em zonas rurais do centro e oeste do país, por isso os contágios podem aumentar consideravelmente.

Até 31 de dezembro, o país asiático registrou mais de 120.000 casos de gripe A, dos quais 110 se recuperaram, assinalou o Ministério.

Os dados não incluem as regiões especiais de Hong Kong e Macau, onde morreram mais de 50 pessoas.

Para evitar uma catástrofe sanitária, até o último dia do ano as autoridades vacinaram quase 50 milhões de pessoas.

Leia mais sobre: China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.