Tamanho do texto

Meta do governo é imunizar 14,6 milhões de crianças de até 5 anos em todo o País

O Ministério da Saúde divulgou que, até as17h30 de sábado, 7.154.830 foram crianças vacinadas contra a poliomelite em todo o Brasil. O número é parcial e, segundo a pasta, sofre alterações a todo momento. O resultado final da campanha deve ser divulgado até o fim de agosto.

Criança recebe dose de vacina contra a poliomielite em posto de saúde no bairro Milionários, em Belo Horizonte (MG), no sábado
AE
Criança recebe dose de vacina contra a poliomielite em posto de saúde no bairro Milionários, em Belo Horizonte (MG), no sábado

“Se os pais ou responsáveis, por algum motivo, não puderam levar as crianças, não há motivo para preocupação. Basta ir à unidade de saúde mais próxima”, afirma coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carmem Osterno.

A meta dogoverno é imunizar 14,6 milhões de crianças, representando 95% dos menores de cinco anos. Para isso, foram distribuídos 24 milhões de doses da vacina. No total, somando as duas etapas, foram distribuídos 48 milhões de doses. A primeira fase da campanha, realizada em 12 de junho, imunizou 14 milhões de crianças.

De acordo com o Ministério da Saúde, o valor gasto nas duas fases da campanha foi R$ 40,9 milhões – sendo R$ 20,8 milhões para comprar vacinas e R$ 20,1 milhões em repasses para as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

Doença

Desde 1989, conforme o Ministério, não são registrados casos da doença em território nacional. Em 1994, o Brasil recebeu da Organização Mundial de Saúde (OMS) a certificação internacional de erradicação da transmissão da poliomielite.

No entanto, segundo Carmem Osterno, apesar do Brasil não registrar casos há mais de vinte anos, a doença ainda é comum em outras partes do mundo. De acordo com a OMS, 26 países ainda registram casos de poliomielite. Por isso, a imunização é importante para previnir a importação de casos provenientes de outros países.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.