Tamanho do texto

A partir de sábado, Ministério da Saúde passa a oferecer a injeção contra a paralisia infantil e a dose pentavalente, que protege contra cinco doenças

A partir do próximo sábado (18) o Ministério da Saúdevai oferecer duas novas vacinas às crianças com menos de 5 anos. A pentavalente (dose 5 em 1, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite B) e a Vacina Inativada Poliomielite (que deixa de ser em gotinha e passa a ser aplicada em injeção) entraram para o calendário básico de criança.

Leia:  Saiba o que é a vacina 5 em 1

De acordo com o anúncio do Ministério, durante uma semana (entre 18 e 24 deste mês) será realizada uma “megacampanha em massa”. Além das novas imunizações, também serão aplicadas todas as vacinas atrasadas nas crianças.

Estarão disponíveis nesta ação todas as vacinas BCG, hepatite B, rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche).

Saiba mais: Brasil quer implantar 3 vacinas: contra catapora, HPV e hepatite A

Além da atualização da caderneta vacinal, as crianças menores de cinco anos – moradoras das regiões Norte, Nordeste e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais – receberão um suplemento de vitamina A. A medida tem como meta a superação da extrema pobreza na primeira infância.

Leia tudo sobre vitaminas

Para a operacionalização desta campanha, serão disponibilizados cerca de R$ 18,6 milhões. Aproximadamente 34 mil postos fixos de vacinação estarão abertos, além de postos volantes. Haverá o envolvimento de 350 mil profissionais de saúde e a utilização de cerca de 42 mil veículos. O público-alvo nesta faixa etária é de 14,1 milhões de crianças.

Veja o calendário de vacinação para menores de 5 anos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.