Tamanho do texto

Consideradas compatíveis para o transplante, as gêmeas doarão um rim cada. Com isso, irmãos que sofrem de insuficiência renal crônica evitarão a hemodiálise

Agência Estado

A reversão de uma insuficiência renal crônica dos irmãos gêmeos Fábio Gomes da Silva e Fabiano Gomes da Silva, de 35 anos, poderá ser feita com uma "solução caseira".

As  irmãs deles, Luciana de São José e Silvana Minatel, 42 anos, se colocaram à disposição, realizaram os exames necessários e foram consideradas compatíveis com a dupla. Um detalhe: elas também são gêmeas.

Com isso, as duas se transformaram em doadoras de rins para os irmãos, que em breve teriam de começar a hemodiálise, caso não conseguissem os órgãos. O primeiro transplante , de Luciane para Fábio, está previsto para o próximo dia 20, na Santa de Casa de Maringá (Noroeste do Paraná) onde a família mora.

Fabiano, que trabalha como auxiliar administrativo, conta que houve muita comoção dentro de casa quando a compatibilidade foi confirmada.

"Quando soubemos dessa possibilidade foi uma emoção muito grande, pois estávamos com a doença adiantada, já tínhamos inclusive todo material para hemodiálise, mas graças a Deus tivemos essa surpresa, foi uma coisa muito positiva", diz.

Fabiano soube que tinha o mesmo problema do irmão algumas semanas depois dele ter sido diagnosticado. "Não sentíamos nada, não havia nenhum sinal, tanto que ao descobrir já estava com mais de 70% dos rins comprometidos. Primeiro foi o Fábio que descobriu. Em seguida eu também resolvi fazer alguns exames que me apontaram o mesmo problema", conta.

Leia: Ele emagreceu 30kg para receber um rim

Fabiano está seguindo uma rígida dieta alimentar – sem carnes vermelhas e com alimentos que mantenham regulares os níveis de potássio – e deve ser submetido à cirurgia alguns dias depois do irmão.

Leia mais notícias de saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.