Tamanho do texto

ONU monitora nova doença desde setembro e registra novos casos da doença

Reuters

 Um novo vírus da mesma família da Sars (Síndrome Respiratória Aguda Grave, na sigla em inglês) que foi descoberto e gerou um alerta global em setembro agora matou duas pessoas na Arábia Saudita e no Catar e o número total de casos subiu para seis, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) na sexta-feira.

A agência de saúde da Organização das Nações Unidas (ONU) emitiu um alerta global no fim de setembro afirmando que um vírus até então desconhecido em humanos havia infectado um catariano de 49 anos que viajara recentemente para a Arábia Saudita, onde outro homem com o mesmo vírus havia morrido.

ONU descobre novo vírus letal da gripe

Na sexta-feira, a agência informou na atualização sobre o surto que registrou outros quatro casos e que um dos novos pacientes morrera.

"Os casos adicionais foram identificados como parte da vigilância aumentada na Arábia Saudita (três casos, incluindo uma morte) e no Catar (um caso)", informou a OMS.

O novo vírus é conhecido como um coronavirus e tem alguns dos mesmos sintomas da Sars (a síndrome respiratória aguda grave), que surgiu na China em 2002 e matou cerca de um décimo das 8 mil pessoas infectadas por ela no mundo.

Entre os sintomas verificados nos casos confirmados estão febre, tosse e dificuldades respiratórias.

Leia mais sobre gripe

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.