Tamanho do texto

Operação pioneira é resultado de décadas de pesquisa na área de medicina auditiva

BBC

Em uma operação pioneira na Grã-Bretanha, um escocês recuperou parte da audição ao ganhar uma nova orelha feita com um pedaço da própria costela e um implante auditivo instalado na cabeça.

Médicos reconstruíram orelha de paciente com pedaço da costela
BBC
Médicos reconstruíram orelha de paciente com pedaço da costela

Brian Hogg, de 29 anos, recebeu o implante chamado de Bonebridge (ponte de osso, em tradução livre), que consiste num pequeno aparelho de áudio fixado na cabeça que capta ondas sonoras amplificadas e transmitidas para o ouvido através dos ossos do crânio.

Leia mais: Dormiu ouvindo, acordou surdo

O escocês nasceu com a Síndrome de Treacher Collins, uma doença hereditária que causa, entre outras deformidades, a malformação das orelhas. Para reconstruir a orelha do escocês, os cirurgiões utilizaram um pedaço da costela dele.

Por ter nascido com a orelha deformada, Brian Hogg não pode usar os aparelhos auditivos convencionais, geralmente fixados ao redor da orelha.

Qualidade do som

O cirurgião Alex Bennett, que realizou a operação, disse que o procedimento traz esperança para muitos pacientes que sofrem do mesmo tipo de surdez de Hogg.

"O implante Bonebridge melhora a audição, replicando as ações do tímpano", explicou Bennett.

Brian diz que desde que o implante foi instalado, em dezembro do ano passado, tem ouvido uma grande variedade de sons.

"A qualidade do som é muito melhor e posso ouvir barulhos a distância, o que o meu antigo aparelho auditivo não captava".

O médico holandês Ingeborg Hochmair, que criou o implante, espera que o aparelho melhore a qualidade da vida dos pacientes. Ele afirmou que o aparelho é resultado de décadas de pesquisa na área de medicina auditiva.

Leia mais notícias de saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.