Tamanho do texto

Paciente mais antigo de SP pediu doações para custear os R$ 120 mil necessários para animação em 3D, criada por ele e inspirada na história de crianças que vivem no hospital

Paulo Henrique Machado internado há 44 anos aprendeu a fazer cinema dentro do HC
Edu Cesar/Fotoarena
Paulo Henrique Machado internado há 44 anos aprendeu a fazer cinema dentro do HC

Paulo Henrique Machado, 45 anos, conseguiu R$ 120 mil em doações, valor necessário para tirar o filme autobiográfico da UTI.

Há 10 dias, o iG contou a história do paciente mais antigo do Hospital das Clínicas de São Paulo que aprendeu a fazer cinema durante os 44 anos em que permanece internado no maior hospital da América Latina.

O filme é uma homenagem às sete crianças que, assim como o cineasta, nunca conseguiram alta hospitalar por conta das sequelas da paralisia infantil.

Além de Paulo, só Eliana Zagui, 39 anos de vida (sendo 37 anos internada no HC), sobreviveram para contar a história que agora deve virar uma animação em 3D, criada e elaborada por Paulo.

Leia mais sobre a história de Eliana, a artista e escritora do HC

Para virar realidade, o filme chamado de ‘As aventuras de Léca e seus amigos’ precisava de financiamento coletivo, solicitado por meio de um site. A divulgação, primeiro no iG e depois em diversos veículos de comunicação, alavancaram as doações. A verba foi conquistada no último final de semana e nesta segunda-feira já acumulava R$ 139 mil.

“Estou uma alegria só”, disse ele que sempre teve o cinema como companhia e conheceu até outras galáxias por causa "do grande companheiro".

Siga lendo o iG Saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.