Tamanho do texto

Períodos mais quentes do ano registram aumento de 30% dos casos de cálculos renais; mudanças na dieta devem incluir aumento da ingestão de água e diminuição do sal

O intenso calor de verão, associado ao aumento da transpiração e a falta da ingestão adequada de água podem gerar sérios riscos para o surgimento de pedra nos rins

Segundo o urologista Fábio Vicentini, médico-chefe do ambulatório de litíase renal do Centro de Referência em Saúde do Homem, nos períodos mais quentes do ano, há um aumento de 30% dos casos de cálculos renais. As vítimas mais comuns são homens, porém o alerta inclui toda população.

Aumento da transpiração e consumo de pouca água no verão fazem aumentar casos de cálculo renal
Thinkstock/Getty Images
Aumento da transpiração e consumo de pouca água no verão fazem aumentar casos de cálculo renal

Mudanças na alimentação, constante reposição de líquidos e a atenção à coloração da urina, são algumas das principais recomendações para evitar o cálculo renal.

Para o especialista, no verão, a dieta ideal para a saúde dos rins inclui primordialmente o aumento da ingestão de água (cerca de dois litros ao dia) e de sucos de frutas cítricas, associado à diminuição do uso de sal nos alimentos . Vale apostar nos alimentos com muito porcentual de água. 

Os frutos do mar contêm altas doses de ácido úrico, um dos responsáveis pelo desenvolvimento dos cálculos renais. "É importante também considerar a redução de frituras e carne vermelha nesta época de calor”, enfatiza o urologista.

Cenário

Mais de 15% da população mundial apresenta cálculos renais, sendo que em 85% dos casos a pedra não é expelida naturalmente, pela urina. Para evitar esse transtorno, o urologista explica que a maneira mais fácil de monitorar a hidratação ideal do corpo está ao observarmos a coloração da urina.

Cólica renal provoca uma das piores dores
Thinkstock
Cólica renal provoca uma das piores dores

“Quanto mais transparente estiver a urina, melhor. Se estiver com aparência amarelada e escura, é sinal de que o corpo precisa de mais líquidos para manter-se hidratado, longe dos cálculos renais”, explica.

É importante que o paciente esteja atento para os perigos das receitas caseiras como chás popularmente conhecidos como ‘quebra-pedras’. “Nos casos de dores e cólicas renais, os pacientes com cálculos renais devem procurar o médico para evitar infecções graves”, ressalta.

O Centro de Referência em Saúde do Homem realiza mais de 200 cirurgias de cálculo renal por mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.