Tamanho do texto

Vacina imuniza meninas de 11 a 13 anos contra vírus que é o principal causador de câncer de colo de útero

Vacina contra HPV
Agência Brasil
Vacina contra HPV

Meninas de 11 a 13 anos começam a ser imunizadas nesta segunda-feira (10) contra o papiloma vírus humano (HPV), principal causador do câncer de colo de útero.

A orientação do Ministério da Saúde é que a primeira dose seja oferecida nas escolas (públicas e particulares), mas a vacinação também poderá ser feita em postos de saúde de todo o país.

Leia também:

Sexo oral: o alerta do HPV

Vacina contra HPV será aplicada em um milhão de meninas em São Paulo

A meta do governo é vacinar 80% do público-alvo, formado por 5,2 milhões de meninas. A vacina distribuída na rede pública previne contra quatro subtipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer de colo do útero em todo o mundo.

Para se imunizar é preciso apresentar o cartão de vacinação ou um documento de identificação. Cada adolescente deverá tomar três doses para completar o esquema de proteção, sendo a segunda aplicada depois de seis meses, e a última, cinco anos após a primeira.

Em 2015, a vacina contra o HPV será oferecida para meninas de 9 a 11 anos e, em 2016, para as de 9 anos.

O câncer de colo de útero tem a terceira maior taxa de incidência entre os cânceres que atingem as mulheres, atrás apenas do câncer de mama e do câncer de cólon e reto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.