Tamanho do texto

As dores de cabeça aparecem no topo da listas das que mais afetam os brasileiros, seguidas de dores nas costas e nas pernas

Pesquisa realizada no Brasil mostrou que a dor atrapalha a rotina diária 76% dos entrevistados. A dor mais recorrente é a de cabeça, que atinge 81%, seguida por dores nas costas (46%) e dores nas pernas e /ou pés (43%). Ao todo foram ouvidas 801 pessoas em 11 capitais das cinco regiões brasileiras.

Dores de cabeça afetam  81% dos brasileiros
Getty Images
Dores de cabeça afetam 81% dos brasileiros

A pesquisa aponta ainda que apenas 20% das pessoas recorrem a algum tipo de tratamento para a dor crônica, principalmente analgésicos. “A dor crônica não é um alerta, nem sempre é o sinal de que algo está errado no organismo. Ela é a própria doença e pode gerar prejuízos para a saúde. ”, explica a Dra. Fabíola Peixoto Minson, coordenadora do Centro Integrado do Tratamento da Dor em São Paulo, que analisou a pesquisa Mapa da Dor .

Leia também:
Um exercício para cada tipo de dor de cabeça
O que está por trás de sua dor de cabeça

Fabíola explica que é preciso avaliar cada caso, e tratar a dor de forma individualizada. "Nem todas as dores indicam motivos para tomar remédios como analgésicos comuns ou anti-inflamatórios, e se usados de forma prolongada podem ocasionar problemas nos rins ou fígado", diz. 

A dor afeta a vida social e o trabalho dos brasileiros, 60% dos entrevistados afirmam ter deixado de participar de alguma atividade social ou de trabalho devido a algum tipo de dor, e 30% das faltas no trabalho ocorrem por causa da dor crônica, gerando prejuízos tanto para o funcionário quanto para a empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.