Tamanho do texto

Projetos envolvem atividades como leitura, artesanato e cuidados de beleza; voluntários devem ter mais de 18 anos

O papel do voluntário na recuperação do paciente é importantíssimo
Thinkstock/Getty Images
O papel do voluntário na recuperação do paciente é importantíssimo

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, unidade da Secretaria de Estado da Saúde e referência nacional no tratamento de doenças infectocontagiosas, está com inscrições abertas para pessoas interessadas em participar de seu Grupo de Voluntariado.

Os candidatos devem ter mais de 18 anos e reservar duas horas por semana para se dedicar a um dos 14 programas de humanização do voluntariado, como o de leitura para os pacientes, oficinas de artesanato e pintura, cuidados de beleza e massagens. Ao todo, hoje, há duzentas vagas disponíveis para candidatos a voluntários.

Ao se inscrever, os candidatos já poderão agendar a participação em uma das duas palestras de orientação que acontecerão no mês de agosto. Posteriormente, haverá uma capacitação para que o voluntário seja informado detalhadamente sobre como atuar em um hospital de infectologia. O voluntariado do Emílio Ribas existe há dez anos e possui um grupo de 150 pessoas atuando no hospital.

O voluntário, com o seu trabalho, tem um papel muito especial e importantíssimo na recuperação dos paciente. Por isso esperamos sempre comprometimento e profissionalismo de quem se habilita a essa proposta. Em troca, nós sempre lembramos que colaborar com o bem-estar e a melhora do próximo é uma sensação com valor inestimável”, diz Glória Brunetti, médica infectologista responsável pelo VER (Voluntariado do Emílio Ribas).

As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3896-1436, de segunda à sexta-feira, das 10h às 16h. Para saber mais, acesse a página do Voluntariado Emílio Ribas na Internet: www.versocial.org.br

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.