Tamanho do texto

Medicamento tem efeitos colaterais pequenos e está em processo de aprovação pela Anvisa

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, recebeu um grupo de ativistas pedindo a liberação e inclusão no SUS de novos medicamentos para hepatite C. Ao todo, foram entregues 82 mil assinaturas coletadas em uma petição no site Change.org e pelo Grupo Otimismo de Apoio ao Portador de Hepatite.

De acordo com a portadora de hepatite C Sandra Rocha, os novos medicamentos Sofosbuvir e Simeprevir possuem até 90% de eficácia e podem reduzir o tratamento de 48 para 12 meses. No Brasil, cerca de 3 milhões de pessoas têm a doença.

A reunião foi feita nesta terça-feira, momentos após o anúncio de que a vacina contra hepatite A seria incluída no calendário de vacinação do Ministério da Saúde para cerca de 3 milhões de crianças de um a dois anos de idade, em homenagem ao 28 de julho, Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais.

Leia mais:

Novo medicamento curou 95% dos pacientes com hepatite C

70% de infectados por hepatite C têm mais de 45 anos

Leia mais notícias de saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.