Tamanho do texto

Texto foi postado no Twitter assim que o governo dos EUA anunciou que traria de volta aos EUA os dois profissionais que contraíram o vírus enquanto trabalhavam em uma ONG cristã

O empresário americano Donald Trump afirmou que "Os Estados Unidos não podem permitir que pessoas infectadas por ebola voltem. Quem viaja para lugares longínquos para ajudar os outros é uma ótima pessoa, mas deve sofrer as consequências".

O texto foi publicado no Twitter assim que o governo norte-americano anunciou que traria de volta aos EUA os dois profissionais que contraíram o vírus enquanto trabalhavam em uma ONG de ajuda humanitária na área infectada pelo ebola.

Empresário foi criticado após post
Reprodução
Empresário foi criticado após post




O médico Kent Brantly, de 33 anos, chegou nos Estados Unidos no sábado (2). A outra americana infectada, a missionária Nancy Writebol, também deverá ser transportada aos EUA. 

Leia: Chega aos EUA avião com médico infectado pelo ebola

Brantly e Writebol estavam na Libéria ajudando vítimas do pior surto de ebola na África Ocidental quando contraíram a doença. Desde fevereiro, mais de 700 pessoas já morreram na região.

Veja fotos do trabalho dos Médicos sem Fronteiras para conter o surto:


    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.