Tamanho do texto

Homem teria sido infectado enquanto cuidava de Duncan, que contraiu o vírus na Libéria e morreu na última semana

Reuters

Polícia isola prédio onde mora funcionário de saúde que pode ter sido infectado
AP
Polícia isola prédio onde mora funcionário de saúde que pode ter sido infectado

O trabalhador de saúde de um hospital de Dallas, que se tornou a primeira pessoa a contrair Ebola nos Estados Unidos, estava usando equipamento de proteção ao tratar do paciente original, que morreu da doença, disse um funcionário do hospital do Texas, neste domingo.

O funcionário não revelou o nome do paciente ou outros detalhes da pessoa, além de dizer que o profissional de saúde está em condição estável.

Entenda: Teste de funcionário de hospital dos EUA tem resultado positivo para ebola

O Hospital Presbyterian, do Texas, está confiante de que as precauções que estão no local irão proteger os trabalhadores ao interagir com os pacientes, disse o Dr. Daniel Varga, diretor clínico-chefe do hospital.

"Estamos confiantes de que as precauções estão protegendo os profissionais de saúde", disse ele em uma coletiva de imprensa.

Varga disse que o profissional de saúde infectado estava vestindo roupas de proteção quando atendia o paciente infectado original Thomas Eric Duncan.

Duncan, um liberiano que contraiu a doença durante uma visita aos Estados Unidos, morreu no hospital do Texas na quarta-feira. A CNN disse que o profissional de saúde é uma enfermeira.

Veja imagens da maior epidemia da história:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.