Tamanho do texto

As autoridades locais de saúde tinham informado, na semana passada, que o doente era um médico sudanês

Agência Brasil

Um funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU), infectado com o vírus ebola, morreu hoje (14) na Alemanha. Ele chegou ao país na semana passada para tratamento, informou o hospital onde estava internado, a Clínica São Jorge. "O paciente com ebola morreu à noite na Clínica São Jorge, em Leipzig", anunciou a instituição em comunicado.

Passageiros com sintomas de gripe são retirados de voo no aeroporto de Boston

EUA: Funcionária de hospital no Texas é 1ª pessoa a contrair ebola nos EUA

Dá negativo o segundo teste de paciente com suspeita de ebola no Brasil

Morre funcionário da ONU internado com ebola
AP
Morre funcionário da ONU internado com ebola

As autoridades locais de saúde tinham informado, na semana passada, que o doente era um médico sudanês que tinha chegado à Alemanha na quinta-feira (9), procedente da Libéria.

"Apesar dos nossos melhores esforços e do cuidado médico intensivo, o empregado da ONU, com 56 anos, sucumbiu à séria infeção", acrescenta o comunicado.

A Alemanha já tinha tratado mais dois casos de ebola infectados em Serra Leoa - um perito senegalês que recebeu assistência em Hamburgo e foi liberado no dia 4 de outubro, e um médico de Uganda, que ainda está em tratamento em Frankfurt.

A epidemia de ebola já matou mais de 4 mil pessoas este ano, a maior parte na Guiné, em Serra Leoa e na Libéria, sendo transmitida pelo contato próximo com fluidos corporais.

Os Estados Unidos e os líderes das Nações Unidas defenderam, nessa segunda-feira (13), esforços internacionais "mais robustos" para lidar com o ebola, depois de os médicos na Libéria terem exigido mais dinheiro para tratar os doentes, As autoridades consideram esta a pior crise de saúde dos tempos modernos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.