Tamanho do texto

Nina Pham, de 26 anos, contraiu o ebola no início de outubro enquanto cuidava do liberiano Thomas Eric Duncan

Nina Pham contraiu ebola quando cuidava do liberiano Thomas Eric Duncan, que chegou aos Estados Unidos com ebola e morreu no início de outubro
Reprodução
Nina Pham contraiu ebola quando cuidava do liberiano Thomas Eric Duncan, que chegou aos Estados Unidos com ebola e morreu no início de outubro

Uma enfermeira de Dallas que contraiu ebola está curada do vírus, disseram autoridades de saúde dos Estados Unidos nesta sexta-feira.

Nina Pham, que contraiu ebola ao tratar de um homem que morreu devido à doença em um hospital de Dallas, no Texas, estava recebendo tratamento em Maryland desde 16 de outubro.

Ela era uma dos 70 funcionários do Hospital Presbiteriano, em Dallas, que tratou de Thomas Eric Duncan, o liberiano que morreu da doença no início de outubro.

Apesar de usar equipamento de proteção, como vestidos, luvas, máscaras e protetores faciais, ela contraiu a doença.

Há uma semana, Nina Pham declarou que estava se sentindo bem e agora as autoridades sanitárias dos Estados Unidos confirmaram que ela está sem o vírus.

O ebola já matou quase cinco mil pessoas na África.

Veja fotos da epidemia na África ocidental:

Leia também:

Leia mais notícias de saúde

* Com informações da Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.