Tamanho do texto

Hoje, há duas vacinas experimentais que são as principais candidatas aos testes: uma oriunda do Canadá, outra de uma farmacêutica britânica; outras cinco estão em estudo

Os primeiros testes de vacinas do vírus ebola devem começar em dezembro na África Ocidental e centenas de milhares de doses poderão estar disponíveis em meados de 2015, anunciou hoje a Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Tudo está a ser preparado para começar os testes nos países afetados ainda em dezembro", afirmou a diretora-geral adjunta Marie-Paule Kieny, antecipando que centenas de milhares de doses poderão estar disponíveis "na primeira metade" do próximo ano.

Leia também:

OMS recomenda usar sangue de pessoas curadas para tratar ebola
Laboratórios GSK e NewLink aceleram produção de vacina para ebola

As declarações de Marie-Paule foram feitas depois que a agência de saúde das Nações Unidas se reuniu na quinta-feira (23) a portas fechadas com peritos médicos, responsáveis de países afetados pela epidemia, empresas farmacêuticas e organizações financeiras.

Neste momento, há duas vacinas experimentais que são as principais candidatas aos testes: uma oriunda do Canadá, outra de uma empresa farmacêutica britânica. Outras cinco estão em estudo.

A diretora indicou que o plano inicial é começar pela Libéria e que há discussões para incluir Serra Leoa e Guiné-Conacri nos testes da vacina, que ainda dependem da primeira fase de ensaios clínicos em vários países europeus e africanos, em que se tentará garantir que os produtos são eficazes e seguros.

"A vacina não é uma bala mágica [contra o vírus]", alertou Marie-Paule.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.