Tamanho do texto

Estado contará com 5,9 mil postos fixos e volantes neste sábado (8), abertos das 8h às 17h para imunizar crianças

A vacina para poliomielite (paralisia infantil) e sarampo é administrada em gotas
AFP
A vacina para poliomielite (paralisia infantil) e sarampo é administrada em gotas

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo inicia neste sábado, 8 de novembro, a campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite (paralisia infantil). Em todo o Estado estarão abertos 5,9 mil postos de saúde fixos e volantes, das 8h às 17h.

O intuito da Secretaria, nesta edição, é imunizar 2,1 milhões de crianças contra o sarampo, com idades entre 1 ano e menores de 5 anos, e 2,4 milhões de crianças contra o poliomielite, entre seis meses e menores de 5 anos. Os números correspondem à meta de cobertura de 95% dos públicos-alvo da campanha.

Leia:  Vírus da pólio é encontrado em amostra de esgoto do aeroporto de Viracopos

Em parceria com as prefeituras, a Secretaria mobilizará 38,5 mil profissionais de saúde, 2,5 mil veículos, 20 ônibus e cinco barcos. Na capital paulista, a abertura da campanha será num posto volante montado no Parque da Água Branca, localizado na Avenida Francisco Matarazzo, 455, zona Oeste de São Paulo. O local funcionará das 8h às 15h.

Leia também:  Surto de sarampo atinge Europa e pode chegar ao Brasil

São Paulo não registra nenhum caso de paralisia infantil desde 1988. Entretanto, a doença ainda é registrada nos continentes africano e asiático, sobretudo nos países Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Somente até setembro desse ano, foram 149 casos registrados nessas localidades.

Com relação ao sarampo, São Paulo não tem nenhum caso autóctone (com transmissão direta em território estadual) desde 2000. Nesse ano há o registro de 7 casos importados da doença no Estado. No Brasil, somente até outubro desse ano, há 514 casos confirmados, com concentração de incidência no Ceará.

Leia mais:  Vacina também é coisa de adulto

“A vacinação é a forma mais eficaz para a prevenção contra o sarampo e a poliomielite. Por isso, é importante que pais e responsáveis levem as crianças em uma unidade básica de saúde mais próxima de sua residência nesse sábado”, afirma Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

A campanha de vacinação contra sarampo e paralisia infantil acontecerá em todo o Estado até o dia 28 de novembro.

* Com Secretaria de Estado da Saúde

Leia mais notícias de saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.