Tamanho do texto

Conhecido como "exoesqueleto", o dispositivo é amarrado aos membros da pessoa e, em seguida, pode ser controlado por ela

Depois de quase 10 anos confinada a uma cadeira de rodas, a repórter da BBC Nikki Fox conseguiu andar de novo graças a um equipamento robótico motorizado.

Conhecido como "exoesqueleto", o dispositivo é amarrado aos membros da pessoa e, em seguida, pode ser controlado por ela.

"Minhas pernas não tinha ficado tão retas desde 2005", disse Nikki, que tem distrofia muscular. "O que foi inacreditável foi como me senti depois. Seria muito difícil ficar de pé por meia hora, mas não foi."

"Naquela noite, eu consegui levantar e esticar minhas próprias pernas pela primeira vez em muitos anos."

Repórter da BBC dá primeiros passos após 10 anos com ajuda de exoesqueleto


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.