Tamanho do texto

Profissional de saúde trabalhava em Serra Leoa cuidando de pacientes infantis infectados pelo vírus

BBC

Autoridades britânicas montaram uma verdadeira "operação de guerra" para levar a Londres a enfermeira escocesa diagnosticada na segunda-feira com o vírus ebola.

A profissional de saúde trabalhava em Serra Leoa cuidando de pacientes infantis com o vírus e retornou à Grã-Bretanha no domingo.

Ela foi levada para o Royal Free Hospital, na capital britânica, que conta com um ala especializada para o tratamento da doença.

Embora afirmem que o risco de contágio seja baixo, as autoridades britânicas estão rastreando passageiros que viajaram nos mesmos aviões que a enfermeira.

Dados divulgados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) na sexta (26) mostravam que a epidemia de ebola na África Ocidental já causou 7.693 mortes, de um total de 19.695 casos identificados na Libéria, Guiné-Conacri e em Serra Leoa, os três países mais afetados. 

Veja vídeo:

Grã-Bretanha monta 'operação de guerra' para paciente com ebola


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.