Tamanho do texto

Três bebês foram infectados e estão em isolamento; há mais seis bebês internados nessa UTI

A UTI neonatal do Hospital Universitário de Taubaté, no interior paulista, foi interditada após o aparecimento de uma bactéria multirresistente, chamada de superbactéria. Três bebês foram infectados e estão em isolamento.

De acordo com a secretaria Estadual de Saúde, existem mais seis bebês internados nesta UTI. Eles não estão em contato com os que foram infectados e não correm riscos. Um bebê morreu, mas não é possível dizer se há relação com a bactéria, já que a criança estava com uma doença grave e era prematura.

Leia também:  Como se proteger das superbactérias

A secretaria informou ainda que os recém-nascidos infectados estão recebendo o tratamento necessário para eliminar a bactéria e devem ser transferidos gradativamente para a UTI pediátrica do Hospital Universitário e do Hospital Regional, que têm mais condições de atendê-los.

Leia mais:  Em 35 anos, 'superbactérias' poderão matar mais que câncer

A UTI neonatal do Hospital Universitário passará por desinfecção de materiais e equipamentos, e pintura total do setor, processo que demora uma semana. Neste período, nenhuma gestante em situação emergencial deixará de ser atendida.

Leia mais notícias de saúde