Tamanho do texto

Ficar sentado em frente ao computador, TV ou videogame por longos períodos foi ligado ao aumento do problema

Cientistas australianos conseguiram identificar uma ligação estreita entre a vida sedentária e a ansiedade, mesmo que não tenham ficado evidentes a causa e o efeito. De acordo com a pesquisa da Universidade Deakin, de Melbourne, as pessoas que ficam grande parte do dia sentadas em frente ao computador, à TV ou ao videogame são mais propensas a se sentirem ansiosas.

Entender fatores coligados à ansiedade é fundamental para desenvolver estratégias de como lidar com o problema, apontam pesquisadores
sinais do estresse
Entender fatores coligados à ansiedade é fundamental para desenvolver estratégias de como lidar com o problema, apontam pesquisadores


A pesquisa foi conduzida por Megan Teychenne, do Centro de Pesquisa de Atividade Física e Nutrição da universidade e publicada no periódico BMC Public Health.

O estudo revela que o sedentarismo não favorece somente a obesidade: o risco de ser ansioso aumenta proporcionalmente de acordo com o tempo transcorrido de sedentarismo, como ficar parado ou sentado.

Os pesquisadores analisaram nove estudos que tinham examinado especificamente a associação entre comportamento sedentário e ansiedade. Em todos eles, o sedentarismo está associado ao aumento do risco de ansiedade.

Leia:  10 alimentos que melhoram o humor

Na sociedade em que vivemos, especialmente nos países desenvolvidos, ficar sentado por longos períodos se tornou uma norma, diz Teychenne.

“O ponto importante é que existe uma relação entre estar sentado por longos tempos e ansiedade. E essa ligação necessita certamente de mais estudos”, adicionou. “É importante entender os fatores comportamentais que podem estar coligados à ansiedade para conseguir desenvolver estratégias baseadas na evidência para a prevenção e gestão desse problema”, afirma.

>> MAIS: Identifique o seu nível de estresse

“Por ora, é como o mistério do ovo e da galinha. Não sabemos ainda se a ansiedade vem primeiro ou se é o estilo de vida sedentário”, observa a estudiosa. Na expectativa de mais pesquisas, o conselho aos sedentários é de aumentar a atividade física, que produz seguramente um estado psíquico e emotivo mais sereno e tranquilo.

“Basta também um passeio de meia hora, ou melhor ainda, de uma hora por dia, para ter efeitos positivos seja sobre o físico seja sobre a saúde mental”, recomendou a pesquisadora.

LEIA MAIS NOTÍCIAS DE SAÚDE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.