Tamanho do texto

Com apenas 18 anos, Riley teve de passar por cirurgia e não poderá mais ter filhos naturalmente; câncer de ovário é o tumor ginecológico mais difícil de ser diagnosticado

Uma líder de torcida de apenas 18 anos teve de passar por uma cirurgia de urgência depois de que os médicos suspeitaram que ela estava grávida, enquanto o que ela realmente tinha era um câncer de ovário avançado. A adolescente americana foi ao médico há duas semanas reclamando que estava se sentindo inchada. Os especialistas, então, suspeitaram de uma gestação de cinco meses e pediram um teste de gravidez imediato, mesmo Riley Benado informando que era virgem. As informações são do jornal DailyMail.

Um exame mais detalhado mostrou que a adolescente, na verdade, tinha um tumor de 13 centímetros em um dos ovários. Ela, então, passou pela cirurgia que removeu o tumor, o apêndice e um dos seus ovários. A adolescente teria, a princípio, que retirar os dois ovários e o útero, mas os médicos conseguiram preservá-los.

"Eu fui no ginecologista para um check-up porque eu estava inchando muito e sentia dor pélvica. Eu olhava para minha barriga e parecia que estava grávida de cinco meses. Os médicos me deram um teste de gravidez e obviamente deu negativo, porque eu ainda sou virgem", disse Riley, ao DailyMail. O exame mostrou o tumor de 13 centímetros em um ovário, que, pelo tamanho excessivo, afetou os dois lados. Além disso, havia muito fluido no estômago e linfonodos aumentados, que são indicação de câncer de ovário.

"Eu não acreditava no que estava ouvindo. Nunca pensei que, com 18 anos, teria de lutar contra uma doença tão brutal", contou ela. A cirurgia foi feita três dias depois do diagnóstico. 

"Na minha idade, remover essas partes do meu corpo não é somente assustador, mas é de partir o coração. Eu sempre sonhei em ter meus próprios filhos e ter uma família. Eu adoro crianças, então saber que eu nunca serei capaz de ter uma criança com meus próprios genes e minhas próprias característica me deixa muito triste". 

O câncer de ovário é o tipo de câncer ginecológico com maior incidência de morte. Além de ser de difícil diagnóstico - normalmente é identificado em estágios avançados -, a mortalidade chega a 50%. 

Leia mais sobre saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.