Tamanho do texto

Galesa que tinha doença de Crohn pegou infecção depois de uma cirurgia e precisou ficar três meses internada

Chloe Meade, uma moradora do País de Gales de 21 anos, teve dores fortíssimas no estômago em janeiro deste ano, depois de sofrer com a doença de Crohn desde os 11 anos. Os médicos descobriram que ela tinha um abcesso no intestino, que é uma complicação da doença. Ela precisou passar por uma cirurgia de urgência para salvar a vida. A operação foi um sucesso - embora ela tenha ficado com uma cicatriz de cerca de 20 centímetros - e ela estava grata por estar viva. 

Dez semanas depois da cirurgia, no entanto, Chloe pegou uma infecção por causa do ferimento e o problema fez o corte estourar. As informações são do jornal DailyMail.

Leia também:  Nadadora de 13 anos morre com infecção após mau uso de absorvente interno

Segundo o jornal, o corte ficou aberto em um ponto que era possível ver o estômago. "Era como um filme de terror. Minha cicatriz abriu completamente", disse ela, ao DailyMail. 

Chloe sofre com a doença de Crohn desde os 11 anos de idade
Reprodução/Daily Mail
Chloe sofre com a doença de Crohn desde os 11 anos de idade

Depois de meses de novos cuidados, o corte está praticamente cicatrizado e Chloe já consegue sair com os amigos. "Eu fiquei meses sem poder fazer nada, mas finalmente eu estou me sentindo bem de novo".

A garota ficou internada três meses, com um equipamento para drenar o abcesso. "Eu ficava muito frustrada que meu corpo não cicatrizava, mas tentei me manter o mais otimista possível", disse ela.

Leia também:  Cada dia de hospitalização aumenta risco de infecção por bactéria resistente

É possível que Chloe tenha ainda de, no futuro, passar por uma cirurgia para colocar uma bolsa de colostomia. Ela espera que isso não seja preciso, mas diz que isso não será o fim do mundo se acontecer. 

A infecção foi sanada e hoje Chloe está bem
Reprodução/Daily Mail
A infecção foi sanada e hoje Chloe está bem

Doença de Chron

A doença de Crohn é uma doença autoimune que atinge todo o intestino. Os sintomas mais frequentes são dor no abdômen, diarreia, perda de peso, febre e enfraquecimento, já que a é no intestino que os nutrientes são absorvidos e, com o órgão machucado, essa absorção não acontece. 

Leia mais sobre saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.