Tamanho do texto

Escocês George Mclntosh é a primeira criança no mundo com a doença. Até então, apenas nove adultos tinham tido o tumor

George Mclntosh, escocês de seis anos, virou notícia essa semana nos jornais britânicos. Segundo informações do "The Mirror" e do "Daily Mail", ele é a primeira criança no mundo a ser diagnosticada com um tipo extremamente raro de tumor. 

George Mclntosh e o irmão Archie
Reprodução/Facebook
George Mclntosh e o irmão Archie


O garoto tem o tumor leptomeningeal oligodendrial, que afeta o sistema nervoso do cérebro à coluna. Até agora, a doença havia sido diagnosticada em apenas nove adultos em todo o mundo. Geroge recebeu o diagnóstico em 2014 e está em tratamento de quimioterapia. 

Entretanto, como quase não há casos como o da criança no mundo, o tratamento é considerado experimental. Segundo Julie, mãe de Geroge, até os médicos ficaram surpresos com o quadro do filho. Os resultados do tratamento da criança serão expostos internacionalmente para fins de estudos. 

Diagnóstico errado

A princípio, os médicos acreditavam que George tinha tuberculose ou meningite e foi tratado para essas doenças. Em junho de 2014, durante exames de rotina, descobriram que havia algo a mais. 

George se submeteu a uma biopsia na coluna e foi diagnosticado o tipo raríssimo de tumor. Por sorte, o tumor não é malígno. 

Aniversário

George segue em tratamento e se prepara para comemorar o aniversário de 7 anos, no dia 18 de dezembro. No dia 19, ele passará por novos exames para avaliar o tumor. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.