Tamanho do texto

Britânica passou por quimioterapia e radioterapia na infância; o tratamento danificou ovários e útero

A quimioterapia ou a radioterapia podem interferir na fertilidade. No caso da britânica Natalie Lobodzinski, a causa da infertilidade foi um câncer na infância, um rabdomiossarcoma, um tipo raro de neoplasia. Ela precisou passar por várias sessões de quimioterapia e radioterapia, e, embora o tratamento tenha sido um sucesso e salvado a vida de Natalie, causou danos aos ovários e útero, deixando-a impedida de ter filhos naturalmente com o parceiro, Aaron Buckley. 

Natalie e a mãe, Janet: ela se ofereceu como barriga de aluguel
Reprodução/Daily Mail
Natalie e a mãe, Janet: ela se ofereceu como barriga de aluguel

Hoje com 29 anos, ela vai poder realizar o desejo de ser mãe graças à própria mãe, que se ofereceu a para "barriga de aluguel". As informações são do jornal DailyMail.

A mãe, Janet Walker, se ofereceu caso eles não consigam levantar dinheiro suficiente para fazer um tratamento de fertilização in vitro. 

"Eu sempre quis ter filhos", disse Natalie ao DailyMail. "Está cada vez mais difícil a medida em que fico mais velha. Todos meus amigos têm filhos, então eu penso o mesmo, de estar casada, com filhos e ter uma casa aos 30 anos". 

Natalie conta que já gostaria de ter filhos quando chegar aos 30 anos
Reproduçao/DailyMail
Natalie conta que já gostaria de ter filhos quando chegar aos 30 anos

O câncer que Natalie enfrentou na infância não foi fácil. Ela foi a primeira criança no Reino Unido a receber um tratamento inovador depois que o câncer retornou, quando ela tinha seis anos. Por causa disso, ela precisou passar muito tempo da infância no hospital e precisou faltar muito às aulas. 

Os médicos decidiram implantar um dispositivo radioterápico em seu corpo, e ela permaneceu com ele por 48 horas.

Natalie teve um implante radioativo inserido no seu corpo para que pudesse tratar do câncer; esse dispositivo danificou seus ovários e útero
Reprodução/Daily Mail
Natalie teve um implante radioativo inserido no seu corpo para que pudesse tratar do câncer; esse dispositivo danificou seus ovários e útero

"Eu fui a primeira criança em que eles fizeram isso. Todo mundo pensou que eu ia morrer, já que isso foi a última coisa que os médicos podiam fazer por mim". 

Esse implante, então, danificou sua bexiga, quadris e pélvis, e apenas um ovário continuou funcionando, com apenas alguns óvulos armazenados. O útero também ficou seriamente danificado, o que faz com que ela não seja capaz de carregar uma criança. A fertilização in vitro, então, é uma opção, e a mãe de Natalie se ofereceu a barriga para gerar o neto.

Fique atento aos sinais de câncer infantil:

Sinais e sintomas do câncer pediátrico

Fique atento se a criança apresentar alguns desses sintomas:

- surgimento de nódulos ou caroços;

- palidez e falta de energia sem motivo;

- hematomas sem motivo;

- sangramentos frequentes (sejam eles pelo nariz, ânus ou vias urinárias);

- reclamar de dor localizada e persistente;

- mancar sem nenhum motivo aparente;

- ter febres sem explicação para isso;

- se existir algum aumento de volume abdominal;

- tiver uma dor abdominal prolongada;

- se a criança reclamar de dores de cabeça frequentes, muitas delas acompanhadas por vômitos;

- se há alterações e nos olhos ou na visão, bem como a pupila aparecer branca nas fotos, ao invés de se mostrar vermelha

- se a criança perder peso rapidamente sem motivo;

- puberdade precoce.

Leia mais sobre saúde

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.