Tamanho do texto

Acidente com o bebê foi a reportagem com mais acesso no iG Saúde no ano; reveja histórias que contamos neste ano

2015 está acabando e, durante o ano, contamos inúmeras histórias no iG Saúde e demos dicas de alimentação e bem-estar. A reportagem mais acessada do ano foi a história de um bebê que, segundo o jornal britânico "Daily Mail", teria ficado cego após um colega dos pais o ter fotografado com flash perto demais ( leia mais ). Mas histórias de brasileiros também se destacaram, como a cantora e escritora que sobreviveu após falência de órgãos

Veja também: 

Dieta Ravenna, matchá, exercícios combinados e mais: o que bombou em 2015 sobre bem-estar e dieta

Fizemos uma seleção mês a mês do que foi destaque no iG Saúde. Relembre: 

Janeiro

O ano começou com todo mundo querendo saber o que fazer para eliminar os quilinhos extras das festas do final de 2014. A seleção com receitas de sucos para perder barriga  foi o recorde de audiência do mês. 

Sucos ajudam a perder barriga
Getty Images


Um caso raro na medicina de um homem que tinha dois pênis  deixou muita gente intrigada. O americano sofria de difalia, anomalia congênita rara, afetando apenas um em cada 5,5 milhões de homens nos EUA. 

Fevereiro

A história mais lida de fevereiro foi publicada no Dia Mundial do Câncer, em 4 de fevereiro. Asenathe Barros Barreto, de 56 anos, lembrou o drama de seu neto. Aos 18 anos, ele foi diagnosticado com carcinoma embrionário, um câncer que atinge adolescentes. "Nunca imaginamos que dor na barriga do meu neto seria um câncer”, disse avó.  Relembre a história dessa família

Março

Os leitores do iG Saúde se diviriam entre uma história de superação e uma polêmica neste mês. A reportagem mais lida dizia que o pão integral industrializado, usado em muitas dietas, era pior que o pão branco . A opinião é do médico Alexandre Feldman. Será? 

Bianca Toledo desafiou a medicina e sobreviveu à falência de órgãos
Divulgação


Já a superação de Bianca Toledo comoveu a todos. A antes cantora e hoje escritora teve falência de órgãos e sobreviveu. Ela escreveu um livro com os detalhes de sua luta e afirma: “Gratidão mudou o meu olhar”. Leia mais.

Abril

Aqui foi a vez de alerta para saúde, com uma seleção de 10 sinais que poderiam indicar que o rim não está funcionando  como deveria. Na lista há sinais como palidez e fraqueza muscular. 

Maio

Uma história que chocou o mundo foi a mais do mês de maio. Pesando apenas 18 kg, a ex-atriz americana Rachael Farrokh sofria de um quadro grave de anorexia e buscava arrecadar US$ 100 mil para o tratamento ( leia mais ). Até meados de maio, já tinha sido doados US$ 25 mil a mais do que seu objetivo. Em novembro, ela voltou ao notíciário para  mostrar a recuperação

Rachael Farrokh
Reprodução


Junho

Em junho o assunto que bombou foi boa forma. A reportagem mais lida foi a trajetória de Patrícia Sevecenco, uma militar do Rio de Janeiro que emagreceu 60 kg. Perto de completar 40 anos, ela decidiu encarar a obesidade de frente quando chegou aos 120 kg. Bombeira, era fundamental estar em boa forma física para exercer a profissão. Ela emagreceu para conseguir salvar vidas

Patrícia Sevecenco decidiu mudar de vida quando a cunhada mandou uma foto sua pelo correio: 'Não dava mais para esperar'
Arquivo pessoal


Já um método que veio da China fez sucesso entre nossos leitores. Eles criam o “desafio do umbigo” para saber se a pessoa precisava emagrecer. O tal método foi citado mais de 130 milhões de vezes na rede social chinesa Weibo, uma versão local do Twitter, até junho. Veja como funciona o "desafio do umbigo"

Julho

Julho teve a notícia de maior audiência do iG Saúde , com mais de 163 mil acessos naquele mês. Era uma história contada pelo jornal britânico "Daily Mail" que dizia que um bebê havia ficado cego após ter sido fotografado com um flash  de perto demais. Segundo informações obtidas com oftalmologistas brasileiros, não há relatos sobre esse tipo de ocorrência na literatura médica

Agosto

Aqui, o que rendeu foi uma história sem final feliz. Um jovem fez maratona de sexo com a namorada. Ele chegou ao hospital com a ajuda da mãe e corria o risco de ter o pênis amputado depois de 48 horas de ereção . Pois é, tudo em excesso faz mal... 

Setembro

O pequeno Jaxon conquistou o mundo em setembro, O bebê não tem parte do crânio e do cérebro . Ele tem uma condição rara de anencefalia e, durante a gravidez, os pais escutaram diversas vezes que seria melhor interromper a gestação. Mas ele nasceu, já tem um ano e faz sucesso nas redes sociais.  

Jaxon nasceu sem parte do crânio e do cérebro
Reprodução/Facebook/Jaxon Strong


Enquanto isso, um caso que serve como alerta chamou a atenção. Uma nadadora de 13 anos morreu com infecção após mau uso de absorvente interno . Ela usava o absorvente durante todo o período menstrual para continuar os treinos e acabou contraindo a chamada síndrome do choque tóxico. Médicos e fabricantes alertam que é preciso trocar o absorvente de 4 em 4 horas e não usá-lo por um período maior a 8 horas. 

Outubro

A experiência de Sacha Harland, holandês de 22 anos, foi destaque em outubro. Ele passou  um mês sem álcool e açúcar e mostrou o que acontece com corpo . O vídeo que msotra o experimento foi assistido mais de 4 milhões de vezes no YouTube. 

Novembro

A história da indiana Khadija Khatoon, de 21 anos, chocou o mundo. "Não tenho nenhum amigo, apenas minha família", dizia a mulher. Ela nasceu nasceu com uma rara condição genética que causa inchaços e crescimento anormal dos tecidos nervosos e acabou conhecida como a mulher sem rosto

História a mulher sem rosto
Reprodução


Dezembro

Para encerrar o ano, mais um alerta para saúde. Um mochileiro arranhou a perna durante uma viagem à China e contraiu uma bactéria devoradora de carne humana . Ele perdeu parte da coxa esquerda, correu risco de morrer, mas passa bem. E ainda diz que pretende continuar com as viagens de aventura. 

Aqui no Brasil, a mineira Natalia Ferreira impressionou com os resultados da "Dieta da Beyncé", uma das febres de 2015. Em 22 dias comendo apenas produtos naturais e nada de carne ou derivados de animais, ela perdeu quase 10 cm de quadril. Veja mais sobre a dieta

Natália antes da dieta e com a mesma roupa depois dos 22 dias
Arquivo pessoal



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.