Tamanho do texto

Mesmo pacientes que ainda não apresentaram o problema devem ficar atentos

Apneia prejudica qualidade do sono e tem papel fundamental nos problemas vasculares
Getty Images
Apneia prejudica qualidade do sono e tem papel fundamental nos problemas vasculares
A apneia obstrutiva do sono , condição que causa a pausa da respiração durante o sono, tem papel importante nas anormalidades vasculares e deve ser tratada, evitando assim condições cardíacas potencialmente fatais, é o que aponta um novo estudo.

A Associação Americana do Coração informa que aproximadamente 15 milhões de adultos americanos sofrem de apneia obstrutiva do sono . Tal condição pode causar alterações no funcionamento das veias, interrompendo o suprimento de sangue para o coração mesmo em pessoas saudáveis. Pesquisas anteriores já haviam relacionado disfunções vasculares a transtornos cardíacos.

Para o estudo, publicado no periódico Hypertension, pesquisadores monitoraram o funcionamento do sistema vascular de 108 pessoas saudáveis. Os participantes foram divididos em três grupos: o primeiro, formado por pessoas com apneia do sono de nível moderado a grave e sem problemas de hipertensão ; o segundo, formado por hipertensos sem apneia; e o terceiro, por pessoas sem nenhum dos dois problemas.

Conheça as causas da apneia do sono na Enciclopédia da Saúde

Os pesquisadores constataram que os participantes que sofriam de apneia apresentaram melhora no suprimento e funcionamento vascular depois de receberem pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) através de máscara nasofacial usada durante o sono.

“Os resultados devem mudar a forma como médicos tratam os pacientes acometidos por apnéia obstrutiva do sono. Mesmo pacientes aparentemente saudáveis que sofrem do transtorno apresentam anormalidades em veias e artérias, além de suprimento debilitado de sangue para o músculo cardíaco, problemas que podem apresentar melhoras com o uso de CPAP”.

É essencial estar atento à ligação entre a apnéia obstrutiva do sono e o problema cardíaco, concluíram os autores do estudo. “Esta condição pode ser tratada, por isso é importante que médicos estejam atentos à sua ocorrência”, disse Lip.

Veja também:
Conheça outros distúrbios que podem atrapalhar o sono
Teste: qual é o seu estilo de sono?
Sonolência excessiva pode ser doença

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.