Tamanho do texto

Conheça as estatísticas mundiais da Organização Mundial de Saúde para as principais enfermidades crônicas

Leia o especial: Brasil prepara plano nacional contra doenças crônicas

OS NÚMEROS
Câncer
De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer, uma em cada oito mortes no mundo já é causada por câncer e a estimativa da entidade é de que em 2030 o total de óbitos no planeta chegue a 13,5 milhões, quase o dobro dos 7,6 milhões registrados em 2008.
Diabetes
Segundo a OMS, mais de 220 milhões de pessoas mundo têm diabetes e mais de 80% das mortes causadas pela doença estão em países pobres ou em desenvolvimento. A projeção da OMS é de que o total de afetados pela doença dobre até 2030.
Doenças cardiovasculares
Sozinhas, correspondem a 29% do total de óbitos no mundo, sendo a principal causa de morte em todo o planeta. Desse total, 82% dos casos vêm de países pobres e em desenvolvimento. Até 2030, segundo estimativas da OMS, 23,6 milhões de pessoas vão morrer de doenças cardiovasculares, especialmente de doenças do coração e acidente vascular cerebral (AVC).
Doenças respiratórias
O último levantamento da OMS, feito em 2004, apontou: somando apenas os casos de asma e de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) o total de afetados chega a quase 300 milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2008, 4,2 milhões morreram desse grupo de doenças que engloba, além das duas mais prevalentes, as bronquites, as rinites e sinusites alérgicas e a hipertensão pulmonar.
FONTES: Organização Mundial de Saúde e Agência Internacional de Pesquisa em Câncer

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.