Tamanho do texto

Profissionais utilizavam método para eliminar rugas nos consultórios

selo

Dentista: botox no consultório, nem pensar
Getty Images
Dentista: botox no consultório, nem pensar
O Conselho Federal de Odontologia (CFO) publicou hoje uma resolução proibindo dentistas de aplicar em seus pacientes ácido hialurônico e toxina botulínica para fins estéticos. A medida tenta inibir uma onda que vinha crescendo nos consultórios, de o profissional oferecer serviços não apenas para melhorar a cor, posição ou saúde dos dentes, mas também as rugas ressaltadas no sorriso.

"Até agora não houve reclamações de pacientes. Mas temos notícias de inúmeros cursos voltados para dentistas interessados em aplicar em seus clientes produtos para reduzir a aparência das rugas", disse o presidente da Comissão de Ensino do CFO, Rubens Corte Real. A prática, segundo ele, vinha sendo adotada em todo o País.

A resolução permite o uso da toxina botulínica, porém apenas para casos indicados. "O que proibimos foi a aplicação para fins estéticos", afirmou. Para pacientes que apresentam problemas na articulação que liga o maxilar à mandíbula (chamada de temporomandibular), que acabaram de colocar implantes, por exemplo, a indicação é possível. "Mas são casos específicos", disse Corte Real.

O ácido hialurônico, usado para preenchimento, está totalmente proibido nos consultórios dentistas. "Não há nenhuma indicação terapêutica para o produto. Por isso, ele não deve ser usado", afirmou Corte Real.

Leia mais:
Teste: você tem medo de dentista?
Tecnologia e técnicas variadas ajudam a encarar o dentista
É melhor clarear os dentes em casa ou no consultório?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.