Tamanho do texto

Até a tensão de estar dentro de um consultório médico pode alterar a pressão arterial e interferir no resultado do exame

"Um cinto apertado comprimindo a cintura, especialmente se isso o deixa desconfortável, aumentará sua pressão", disse a Holly Anderson, cardiologista do Perelman Heart Institute do Hospital New York-Presbyterian/Weill Cornell.

Mas está longe de ser o único fator capaz de distorcer resultados. Outros fatores são o momento do dia (quando acordamos, a leitura geralmente é mais alta), assim como temperatura, humor, consumo de café, tabagismo e atividade física.

"A pressão arterial muitas vezes é aferida de forma incorreta, até mesmo por médicos", disse Anderson.
As leituras devem ser feitas depois que o paciente permaneceu sentado tranquilamente num ambiente relaxado por pelo menos cinco minutos.

Cinto apertado pode aumentar a pressão arterial
Thinkstock Photos
Cinto apertado pode aumentar a pressão arterial
"E com que frequência isso ocorre?", perguntou. A braçadeira deve ser do tamanho certo para o braço, que deve ser apoiado na altura do coração. A leitura deve ser feita em ambos os braços, disse Anderson.

Uma diferença significativa entre eles leva a uma maior investigação. Quando um paciente está deitado, a leitura geralmente é mais alta do que quando ele está sentado ou de pé.

Ter a pressão arterial aferida no consultório médico muitas vezes é algo estressante, afirmou Anderson. E as leituras no final da consulta muitas vezes são mais baixas do que no início do atendimento. No entanto, leituras repetidamente altas não são normais e sugerem que "a pressão provavelmente está sendo elevada por outros estresses da vida".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.