Tamanho do texto

Ao tirar uma foto de uma verruga suspeita em suas costas, britânica confia em diagnóstico de aplicativo, que foi confirmado por seu dermatologista

Aplicativo de celular que promete detectar sinais de câncer de pele ajudou Emma Proctor a descobrir doença
shutterstock
Aplicativo de celular que promete detectar sinais de câncer de pele ajudou Emma Proctor a descobrir doença

No último verão, Emma Proctor percebeu uma verruga do tamanho de uma moeda de dez centavos em sua pele. Apesar de notar a mancha, a britânica decidiu ignorar. Proctor não pensou que poderia ser algo importante, como uma alergia ou até mesmo um câncer de pele, e decidiu não incomodar seu dermatologista com isso.

Leia também: Câncer de pele melanoma: o que causa e quando devo me preocupar?

No entanto, depois de um tempo, ao coçar a região, ela viu que a verruga estava sangrando. Foi então que sua preocupação começou a vir à tona. Para ter certeza de que estava tudo bem, a mulher decidiu consultar um aplicativo de celular que promete detectar câncer de pele , e o resultado não foi nada animador.

Para sua surpresa, a ferramenta detectou um tumor através da foto enviada ao sistema e sugeriu que Proctor procurasse um médico. Ao passar pelo dermatologista, a mulher foi informada de que tinha carcinoma basocelular, o tipo mais comum de câncer de pele.

“Sempre soube que corria risco por conta da cor da minha pele, clara demais. Mas não achava que realmente poderia acontecer comigo. Além disso, sou o tipo de pessoa que não gosta de ir ao médico, por isso demorei para buscar ajuda”, conta ela ao Daily Mail .

Aos 37, Proctor confessa que passou durante muitos anos tomando sol a cada dois dias sem proteção solar . Com a pele muito pálida, ela tomava os banhos de sol para manter o bronzeado em dia, mas parou, aos 30 anos, quando sua pele começou a enrugar. Eu sempre soube que estava em risco, mas não achava que algo ruim viria disso.

Aplicativo

Quando soube sobre o aplicativo, a britânica resolveu utilizá-lo, para ter certeza de que estava tudo bem. O SkinVision é uma ferramenta desenvolvida para celulares,  projetada para rastrear mudanças em sinais na pele que poderiam se tornar cancerosos.

Leia também: Ao publicar foto fofa do avô em seu Instagram, neta descobre câncer de pele

Para usar, basta que os usuários tirem uma foto da pinta ou verruga que estão preocupados, e ela é escaneada por uma tecnologia que procura por sinais de alerta precoces de câncer.

O aplicativo, em seguida, julga se o risco da doença é baixo, médio ou alto e dá aos usuários conselhos sobre o que fazer a seguir.

No caso de Proctor, a empresa a alertou para a procura por seu médico de família que então a encaminharia a um dermatologista.

Carcinoma Basocelular

O carcinoma basocelular pode ser caracterizado como um caroço na pele que pode ser rosa ou branco com manchas escuras
shutterstock
O carcinoma basocelular pode ser caracterizado como um caroço na pele que pode ser rosa ou branco com manchas escuras

O carcinoma basocelular é responsável por 75% de todos os cânceres de pele. Esse é um tipo de câncer de pele não melanoma, que geralmente é causado por muita exposição aos raios UV do sol ou por máquinas de bronzeamento artificial.

O principal sintoma é um caroço na pele que pode ser rosa ou branco com manchas escuras. Também pode parecer uma mancha vermelha e escamosa na pele. A cirurgia é o principal tratamento para o câncer de pele não-melanoma, e 90% dos tratamentos são bem sucedidos.

O dermatologista considerou fazer uma biópsia para testes, mas em uma inspeção mais próxima decidiu remover a verruga inteira de uma só vez.

"Os médicos disseram que a parte que cortaram foi o carcinoma basocelular e que a pele ao redor do câncer estava clara, então tudo foi extirpado e não é preciso mais ação. Ainda bem que está tudo bem. Acho que nada disso estaria resolvido se não fosse pelo aplicativo”.

Erik de Heus, CEO da SkinVision, acrescentou: "Estou muito feliz por termos tido a chance de apoiar Emma em sua jornada, desde a verificação de uma verruga até o tratamento de saúde adequado".

Leia também: Passou filtro solar? Entenda o que acontece com a pele quando é exposta ao sol

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.