Tamanho do texto

Pesquisa apontou que técnicas comportamentais custam menos que medicamentos no tratamento de enxaqueca

Pesquisadores compararam o custo de diversos tipos de tratamentos comportamentais ao de medicamentos prescritos para a prevenção da enxaqueca .

Após um período de seis meses, tratamentos comportamentais de contato mínimo se mostraram comparáveis a tratamentos com medicamentos para dor cujo custo não ultrapassava 50 centavos de dólar ao dia.

Em tratamentos de contato mínimo, o paciente se encontra com o terapeuta poucas vezes ao ano e, na maior parte do tempo, pratica em casa as técnicas comportamentais, com o auxílio de fitas de áudio. Em um ano de tratamento, o custo da terapia foi quase 500 dólares inferior ao uso de medicamentos prescritos.

“A princípio, o custo diário de medicamentos utilizados como medida preventiva por muitos portadores de enxaquecas crônicas pode não parecer tão alto”, disse Donald Penzien, professor de psiquiatria do Centro Médico da Universidade do Mississippi e autor do estudo.

“Mas, tais custos vão aumentando com as consultas médicas adicionais e os medicamentos extras. No caso dos tratamentos comportamentais, o custo é estabelecido desde o início. O paciente tem um número determinado de sessões com o terapeuta e pronto. E os benefícios duram por muitos anos”, disse ele em um boletim do centro médico.

Leia as outras reportagens relacionadas:
Como lidar com a enxaqueca
Domine o estresse e reduza as crises de enxaqueca
Boa alimentação contra a enxaqueca

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.