Minha Saúde

enhanced by Google
 

Clamídia (por PCR)

Compartilhar:

O que é

Teste de rastreamento da bactéria Chlamydia trachomatis – também chamada de Clamídia – por meio da técnica conhecida como PCR. Esse teste molecular tem vantagens sobre a pesquisa de anticorpos no sangue por apresentar maior sensibilidade.

Para que serve

Fornece a confirmação diagnóstica da infecção pela Clamídia, transmitida por via sexual e uma das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns no mundo. A infecção é mais frequente em mulheres do que em homens, sendo a maioria assintomática. A doença pode levar à inflamação do colo uterino ou das tubas uterinas, podendo provocar infertilidade.

Como é feito

É feito por análise de secreção endocervical (parte interna do colo do útero) e de urina. A coleta da secreção endocervical se dá pela introdução de um espéculo (para separar as paredes da vagina) e de um cotonete fino e comprido no colo do útero, para absorver a secreção. O exame de urina se dá por coleta da urina em um recipiente fornecido pelo laboratório.

Preparo

É necessário abstinência sexual de três dias e a coleta não deve ocorrer no período menstrual. Deve-se evitar cremes e pomadas vaginais na semana que antecede o exame. A paciente não deve ter realizado exame de colpocitologia oncótica, teste schiller ou colposcopia nas últimas 48 horas. Para o exame de urina, é preciso colher o primeiro jato, da primeira urina da manhã, ou após intervalo mínimo de duas horas sem urinar.

Valores de referência

Negativo (indica que a pessoa não foi contaminada com a bactéria)

Todos os exames
Ver de novo